• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Aneel: com privatização, tarifa da Eletroacre cairá 3,27% e a da Ceron, 1,75%

  • COMPARTILHE
Economia

Aneel: com privatização, tarifa da Eletroacre cairá 3,27% e a da Ceron, 1,75%

A Boa Vista Energia, que foi arrematada ao preço mínimo por um consórcio formado pelas empresas locais, Oliveira Energia e Atem, não terá suas tarifas reduzidas

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, salientou nesta quinta-feira, 30, a jornalistas, ao comentar o resultado do leilão de três distribuidoras da Eletrobras, que os lances apresentados pela Energisa permitirão uma redução da tarifas da Eletroacre da ordem de 3,27% enquanto no caso da Ceron, a diminuição será de 1,75%.

A Boa Vista Energia, que foi arrematada ao preço mínimo por um consórcio formado pelas empresas locais, Oliveira Energia e Atem, não terá suas tarifas reduzidas.

"Classifico o leilão como o sucesso do sucesso, um duplo sucesso", disse Pepitone, durante coletiva com a imprensa. Ele considerou, de um lado, o fato de que o governo enfrentou um grande desafio para conseguir preparar as distribuidoras para serem leiloadas. Além disso, citou a venda das três empresas. "Conseguimos grande êxito na privatização", disse, evitando comentar a falta de competição pelos ativos, tendo em vista que apenas um grupo se credenciou para disputar cada distribuidora.

Pepitone salientou que o desafio da Aneel agora será acompanhar as distribuidoras privatizadas "para garantir saúde da concessão e qualidade do serviço".

O consórcio Oliveira-Atem é formado por uma empresa de geração de energia que opera térmicas para os sistemas isolados da região Norte e por uma distribuidora de combustíveis, respectivamente.

As empresas, portanto, não possuem experiência na operação de concessionárias de distribuição. O grupo vem sendo assessorado pelo engenheiro Flavio Declat, que possui longa experiência no setor elétrico, com passagens pela Eletrobras e Cemig.