• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Família consegue guarda provisória das filhas de médica assassinada

Geral

Família consegue guarda provisória das filhas de médica assassinada

Desde quando o crime aconteceu as meninas estão com a família de Milena

O irmão da médica Milena Gottardi Tonini Frasson, assassinada no último dia 14, conseguiu a guarda provisória das filhas dela. A informação foi confirmada pela advogada da família, Ana Paula Morbeck. Ela ainda disse que nesse momento essa decisão protege as crianças, mas ainda podem haver desdobramentos e mudar os rumos da história.

Desde o dia do crime, as duas meninas, uma de nove anos e outra de um ano e dez meses, estão sendo cuidadas pelos familiares de Milena que, com medo, deixaram o município de Fundão. "Elas sempre ficaram com a nossa família e não vamos deixar que elas sofram e nem tenham traumas", disse o tio da médica, o aposentado Geraldo Gotardi, na última segunda-feira (25).

Ainda de acordo com ele, as duas meninas estão sendo bem cuidadas, estão melhor, mas ainda não sabem que o pai e o avô estão presos por envolvimento na morte da mãe. "Ainda não contamos que o pai e o avô estão envolvidos nisso e foram presos", afirmou o aposentado.

O policial civil Hilário Antônio Fiorot Frasson, e o pai dele, Esperidião Carlos Frasson, foram apontados pela polícia como os mandantes do crime. A médica foi assassinada na última quinta-feira (14), no Hospital das Clínicas, em Vitória. Ela saía de um plantão, junto com uma amiga, quando foi abordada pelo executor. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e no dia seguinte morreu.