Suspeito de estuprar duas mulheres e tentar contra outra é preso em Guaçuí

Polícia

Suspeito de estuprar duas mulheres e tentar contra outra é preso em Guaçuí

Ele foi reconhecido por três vítimas e teve a prisão preventiva decretada pela Justiça do município. Na delegacia, o suspeito negou as acusações

Michael de Paula Teixeira é suspeito de estuprar duas mulheres e tentar contra uma terceira em Guaçuí Foto: ​Divulgação PC

Um homem foi preso pela Polícia Civil de Guaçuí em uma obra na manhã desta segunda-feira (30), suspeito de ter estuprado duas mulheres e ter tentado contra outra no município. A polícia chegou até ele após denúncias anônimas. No momento da abordagem ele fazia uso de drogas.

De acordo com informações da Polícia Civil, no dia 25 de dezembro, Michael de Paula Teixeira, de 22 anos, invadiu uma residência no bairro Tancredo Neves e, com uma faca, estuprou e ameaçou a vítima de 28 anos. Após o crime ele fugiu e a vítima acionou a Polícia Militar.

A mulher foi encaminhada ao Pronto Socorro do município e depois levada para exames no Serviço Médico Legal (SML), que comprovou o crime. Uma roupa dela que continha esperma do suspeito foi encaminhada para exame em Vitória.

Durante as investigações, a polícia identificou o suspeito e o delegado José Maria Simão solicitou à Justiça o mandado de prisão preventiva de Michael. 

No dia 6 de março deste ano, durante a madrugada, desta vez sem arma, Michael invadiu outra residência, localizada no bairro Roberto Mendes. Ele tampou a boca da vítima, uma mulher de 23 anos, e cometeu o crime. A vítima conseguiu pedir ajuda à polícia e foi encaminhada ao Pronto Socorro. Ela foi encaminhada ao SML de Cachoeiro, mas o laudo ainda não ficou pronto.

Dois dias depois, no dia 8, ele invadiu mais uma casa no centro da cidade, e tentou violentar uma mulher de 35 anos, que tomava banho no momento da invasão. Ela gritou e ele justificou aos vizinhos que foram ao local, que ela tinha interpretado mal e que apenas tentou ajudá-la depois que teria caído no banheiro, e fugiu.

No dia 10 de março, a Justiça atendeu ao pedido do delegado e expediu o mandado de prisão e desde então, Michael era procurado.

“Recebemos uma denúncia de que ele teria retornado à Guaçuí e morava em uma casa próximo ao local onde foi encontrado. Ele estava em uma obra abandonada fazendo o uso de drogas. O suspeito foi reconhecido pelas três vítimas”, explica o delegado.

Na Delegacia, Michael negou as acusações. Ele já teve passagens pela polícia por tráfico de drogas, porte ilegal de armas e tentativa de homicídio. O suspeito foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cachoeiro de Itapemirim.

Pontos moeda