Pai do adolescente de 15 anos morto pelo irmão é preso por posse ilegal de armas

Polícia

Pai do adolescente de 15 anos morto pelo irmão é preso por posse ilegal de armas

O adolescente foi vítima de um disparo de arma de fogo feito pelo irmão de 13 anos; segundo o pai, o tiro foi acidental

Foto: Divulgação / Sejus

O pai do adolescente de 15 anos, vítima de um disparo de arma de fogo feito pelo irmão de 13 anos, no bairro Novo Brasil, em Cariacica, foi preso na manhã desta quarta-feira (19). O homem de 66 anos foi autuado por posse ilegal de arma. 

De acordo com a polícia, a arma, uma espingarda de fabricação caseira calibre de 32, foi encaminhada ao setor do Departamento de Criminalística da Polícia Civil. O pai não pagou a fiança arbitrada pelo delegado de plantão e foi encaminhado ao presídio de Viana. 

O adolescente que efetuou o disparo assinou um boletim de ocorrência circunstanciado por ato infracional análogo ao crime de homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e foi reintegrado à família.

Ainda segundo a Polícia Civil, a mãe assumiu o compromisso de comparecer ao Ministério Público do Espírito Santo (MPES) quando for solicitada. Ela esteve no Departamento Médico Legal para fazer a liberação do corpo do filho, mas não quis gravar entrevista com a equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV. 

Entenda o caso

O jovem de 15 anos morreu após ser baleado dentro de casa pelo irmão, de 13 anos, na terça-feira (18), no bairro Novo Brasil, em Cariacica. Para a polícia, o pai dos meninos contou que estava na cozinha com o filho caçula e o mais velho estava na sala de casa. 

O mais novo estava brincando com uma cartucheira de fabricação caseira, calibre 32. O menino foi até a sala para ficar com o irmão, mas teria tropeçado em um tapete, o que fez com que a arma disparasse, atingindo o adolescente. 

De acordo com o médico plantonista, a vítima deu entrada no hospital por volta de 14 horas. O jovem foi atingido por dois tiros, um na perna e outro no tórax. Segundo informações passadas pelo pai, de 66 anos, o disparo foi acidental e teria ocorrido por volta de 13h40.

O pai disse que não presenciou o momento em que o filho foi atingido, e quando percebeu o que havia acontecido, levou o jovem para um hospital particular do município.

O adolescente chegou a ser transferido para o Hospital São Lucas, em Vitória, por uma equipe do Samu, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. Abalada, a mãe dos meninos contou que estava trabalhando quando tudo aconteceu. Ela afirmou que os filhos eram muito amigos e que o ocorrido foi uma fatalidade.

*Com informações da TV Vitória / Record TV