• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cliente atira contra comerciante, vítima reage e arma falha em Cariacica

Polícia

Cliente atira contra comerciante, vítima reage e arma falha em Cariacica

A dona do bar segurou o revólver e testemunhas o imobilizam. O suspeito ainda tentou fugir, mas foi colocado no chão por quem estava no local até a chegada da polícia

O crime aconteceu dentro do bar Foto: TV Vitória

Uma confusão em um bar quase terminou em tragédia, no bairro São Francisco, em Cariacica. Na noite da última quinta-feira (14) um suposto cliente atirou contra a dona do estabelecimento. A comerciante reagiu, mas a arma falhou. Toda a confusão foi gravada pelas câmeras de segurança do bar.

O estabelecimento já estava prestes a fechar. E a proprietária já organizava a limpeza e guardava as cadeiras quando o suspeito apontou a arma para a cabeça dela. Imediatamente ela reagiu. A dona do bar segurou o revólver e testemunhas o imobilizaram. O suspeito ainda tentou fugir, mas foi colocado no chão até a chegada da polícia.

“Eu senti ele apertando [o gatilho] e foi aí que eu agarrei a mão dele. Se eu não fizesse isso eu estaria morta uma hora dessas. Ele apertou o gatilho duas vezes, mas mascou. Na delegacia que minha ficha caiu”, contou.

A comerciante imaginou que o pior iria acontecer. “Eu achei que eu ia morrer. A arma estava praticamente na minha cabeça. Eu entrei em desespero e a minha reação foi essa”, relatou.

O suspeito negou o crime Foto: TV Vitória

Anderson Freitas Bonela, de 38 anos, foi levado para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Na delegacia foi descoberto que havia um mandado de prisão contra ele por tráfico de drogas. Sobre a noite desta quinta-feira, ele negou. “Eu cheguei no bar e eles invadiram para cima de mim. Foi um monte de gente. Até machucaram a minha cabeça. As duas balas mascadas já estavam há muito tempo. Eu já comprei assim”.

Sobre a arma, ele não quis dizer por qual motivo a adquiriu. “Eu inventei de andar armado ontem, mas não sou acostumado a andar armado”.