• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bebê esfaqueado pela mãe em Cachoeiro recebe alta e deixa hospital após 20 dias internado

Polícia

Bebê esfaqueado pela mãe em Cachoeiro recebe alta e deixa hospital após 20 dias internado

A criança, que completou três meses na última sexta-feira (29), deixou a Unidade Semi-intensiva no início da tarde desta segunda-feira (1º), sem precisar ser internado na Enfermaria

O bebê esfaqueado em Cachoeiro pela mãe recebeu alta do HIFA no início da tarde desta segunda-feira (1º) Foto: ​Reprodução

O bebê esfaqueado pela mãe em Cachoeiro, no dia 13 de julho, recebeu alta hospitalar no início da tarde desta segunda-feira (1º). A criança, que completou três meses de vida na última sexta-feira (29), deixou o local com o pai, avós maternos e paternos, e respondeu aos funcionários do Hospital Infantil Francisco de Assis (Hifa), onde esteve internado por 20 dias, com um sorriso.

De acordo com a assessoria do Hifa, a criança deixou a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e ficou na Unidade Semi-intensiva, para recuperação. A evolução foi boa e ele recebeu alta sem mesmo ter passado pela Enfermaria do hospital. Ele continuará o tratamento com a medicação em casa. O pai e os avós maternos e paternos foram ao hospital buscar a criança.

O menino permaneceu internado no HIFA por 20 dias, depois ter sido esfaqueado pela mãe, com depressão pós parto, enquanto era amamentado. Por causa dos golpes de faca, ele sofreu várias lesões que causaram hemorragias e perfurações na região do abdômen, braço e pescoço. Um dos rins do menino precisou ser retirado. Com quadro grave e estável, o bebê seguiu evoluindo até receber alta.

A mãe da criança segue em tratamento no Centro de Atendimento Psiquiátrico ‘Dr. Aristides’ (CAPAAC) de Cachoeiro de Itapemirim, ainda sem previsão de alta. Familiares contaram que ela já fazia tratamento há dois anos por causa da doença, que se agravou durante a gravidez. Após o crime, ela chegou a ser autuada em flagrante por tentativa de homicídio, e teve a liberdade provisória concedida pela Justiça dois dias depois.