Suspeito de tráfico de armas é preso por policiais civis em Cachoeiro de Itapemirim

Polícia

Suspeito de tráfico de armas é preso por policiais civis em Cachoeiro de Itapemirim

Com ele foram apreendidas quatro armas de fogo e aproximadamente 100 munições. A prisão aconteceu na residência do detido no bairro Maria Ortiz, também em Cachoeiro

Foto: Divulgação / PCES

A equipe da Delegacia Especializada de Infrações Penais (Dipo) de Cachoeiro de Itapemirim, em conjunto com a Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc) do município, prendeu em flagrante, na sexta-feira (25), um homem de 51 anos, suspeito de tráfico de armas. 

Com ele foram apreendidas quatro armas de fogo e aproximadamente 100 munições. A prisão aconteceu na residência do detido no bairro Maria Ortiz, também em Cachoeiro.

Com o suspeito foram apreendidos: dois rifles calibre 22 e 94 munições do mesmo calibre; uma carabina e um revólver calibre 38 e cinco munições desse calibre; 11 silenciadores, além de um pássaro de fauna silvestre.

“Recebemos uma denúncia anônima sobre esse detido e fizemos um trabalho de inteligência para apurar essas informações. Foi constatada a veracidade da denúncia e solicitamos um mandado de busca e apreensão na residência dele. No cumprimento do mandado, o suspeito viu os policiais e tentou dispensar as armas. No entanto, a equipe entrou na casa, efetuou a prisão sem que ele oferecesse resistência e o encaminhou para o plantão da Regional”, disse o titular da Dipo, delegado Rafael Carvalho.

O delegado plantonista da 7ª Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim, Caetano Netto, explicou que o detido assumiu a propriedade do material apreendido. “Ele confirmou que as armas eram dele e informou ainda que ele fabricava os silenciadores que foram apreendidos. Agora o material será encaminhado à perícia. O suspeito foi autuado, em flagrante, por crime ambiental e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito”, afirmou.

O suspeito foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim (CDPCI) e permanece à disposição da Justiça.