Delegacia da Mulher de Vitória é arrombada pela segunda vez em menos de 10 dias

Polícia

Delegacia da Mulher de Vitória é arrombada pela segunda vez em menos de 10 dias

Assim que os investigadores chegaram para trabalhar constataram que o local foi invadido. De acordo com testemunhas, eles sentiram falta de uma televisão

A suspeita é de que os criminosos tenham entrado por uma janela Foto: TV Vitória

Os arrombamentos a delegacias tem se tornado cada vez mais constantes na Grande Vitória. Pela segunda vez, em menos de 10 dias, a Delegacia Especializada em Atendimento a Mulher (Deam) de Vitória foi alvo dos criminosos. O local foi arrombado na madrugada desta terça-feira (9).

A perícia da Polícia Civil esteve na delegacia pela manhã, mas ainda não há informações de todos os materiais que foram levados. Assim que os investigadores chegaram para trabalhar constataram que o local foi invadido. De acordo com testemunhas, eles sentiram falta de uma televisão, mas ainda não sabem se armas foram levadas.

Dessa vez os bandidos entraram por outra janela, que também teve as grades forçadas, quebradas e entortadas. No último dia 29, os suspeitos entraram pela janela da cozinha. De acordo com policiais, os criminosos conseguiram levar uma arma e objetos pessoais de quem trabalha no local.

Em março de 2014, durante o carnaval, na mesma delegacia, um homem entrou no local pela janelae levou uma arma de fogo. Na época, policiais contaram que uma viatura foi incendiada.

Delegacias do interior também já foram invadidas. No município de Cachoeiro de Itapemirim, dois homens foram presos após arrombarem a Delegacia da Mulher. De acordo com a polícia, os criminosos procuravam objetos de valor, drogas e armas.

Da DPCA os bandidos teriam levado armas e coletes Foto: Patrícia Battestin

Outros casos

Na última segunda-feira (8) o alvo dos criminosos foi a Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) de Vitória. Informações extraoficiais dão conta de que três coletes e três armas desapareceram. Por conta do arrombamento, a delegacia precisou ficar fechada.

Na madrugada do dia 31 de maio uma sala do 6º Batalhão da Polícia Militar, na Serra, foi arrombada e, segundo informações extraoficiais, uma grande quantidade de armas foi levada. Os criminosos teriam entrado no Batalhão após arrombarem a porta com uso de uma marreta.  

Retaliação

Após os casos de arrombamento, o superintendente de polícia especializada da Polícia Civil, delegado José Arruda, acredita que os crimes estejam ocorrendo como forma de retaliação. Isso porque, de acordo com ele, nos últimos anos as polícias Civil e Militar retiraram muitas armas das mãos dos criminosos. 

No Batalhão da PM uma porta foi arrombada com uma marreta Foto: TV Vitória

Força tarefa

Cerca de 70 policiais civis participaram de uma megaoperação em dois morros de Vitória, na tarde desta segunda-feira (08), para tentar recuperar as armas furtadas de três delegacias da Grande Vitória, nos últimos dias. A operação teve início por volta das 13 horas e durou até o final da tarde. O helicóptero da polícia foi usado para auxiliar nas buscas.