Líder do PSDB na Câmara critica apoio da bancada petista no Senado a Lula

Política

Líder do PSDB na Câmara critica apoio da bancada petista no Senado a Lula

Redação Folha Vitória

Brasília - O líder interino no PSDB na Câmara, deputado Nilson Leitão, criticou o comportamento da bancada petista no Senado, que divulgou nesta terça, 23, uma nota em que faz um desagravo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Esse é o Brasil. Quem sabe em alguns lugares vão condecorar o (traficante) Fernandinho Beira Mar", ironizou.

"O Senado quando faz isso é uma defesa de time, não é de país. Isso é muito grave. Estão brincando com coisa séria. Não é momento de defender ninguém", completou. A nota petista afirma que há atualmente uma "sórdida campanha" de deslegitimação de Lula, ação esta que baseada apenas no "ódio espessos dos ressentidos".

A nota foi divulgada um dia após o ex-presidente tecer uma das mais duras críticas ao partido que ajudou a fundar há 35 anos. Também ocorreu após Lula ter dito que ele e Dilma estava no "volume morto" e o PT abaixo dele. O tucano disse que o ex-presidente não tem como se descolar da crise vivida pelo partido. "O PT é o próprio presidente. Agora deu PT no Lula. O PT rasgou sua biografia", afirmou.

Emendas

Leitão criticou o comportamento do vice-presidente Michel Temer na articulação política e disse que as emendas parlamentares não são nenhum favor e que o governo "é dinheiro público, não é dinheiro do PT", disse. "Se isso se tornar moeda de troca é um mensalão novo aqui e a gente quer evitar isso."