• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Atividade física ajuda a prevenir doenças graves. Saiba mais!

Saúde

Atividade física ajuda a prevenir doenças graves. Saiba mais!

Além de proporcionar melhor qualidade de vida, prática regular ajuda a controlar doenças físicas e mentais

Larissa Agnez

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação

A prática de atividade física é recomendada para todos. Crianças a partir de 6 meses de vida já podem fazer natação, gestantes podem fazer caminhadas e corridas, assim como os idosos. Para cada um sempre há uma indicação.

A atividade física traz benefícios para a saúde física e mental de todos, no entanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que apenas 27% da população mundial pratica algum exercício físico. No Brasil, 47% das pessoas não se exercitam regularmente e o número de inatividade cresce a cada ano.

Segundo o Dr J Bussade, nutrólogo e um dos pioneiros da Prática Estética Ortomolecular no Brasil, a prática de atividades físicas é extremamente benéfica e evita diversas doenças graves. “Um estilo de vida saudável é o melhor tratamento e a melhor prevenção para qualquer doença”, defende, Bussade.

O especialista lembra que a atividade física é uma das melhores maneiras de se prevenir qualquer doença. “Uma caminhada já é importante, porém, quanto mais atividades físicas melhor. É fundamental procurar ajuda de um profissional para encontrar a atividade física ideal para cada um”, aponta.

Prevenção de doenças

Muitas doenças podem ser prevenidas com um estilo de vida saudável e prática regular de atividades físicas. Segundo um artigo na revista científica internacional Cancer Epidemiology , no Brasil, cerca de 10 mil novos casos de câncer de todos os tipos poderiam ser evitados por ano se a população praticasse mais atividades físicas. Além disso, ela também é importante no controle do peso e da obesidade. A diabetes também pode ser evitada e controlada com a prática de exercícios físicos regulares.

O Mal de Alzheimer, por exemplo, é uma doença degenerativa em idosos e que se agrava com o tempo, no entanto, a prática de atividades físicas deve começar muito antes da terceira idade. “Atividades físicas ativam um componente cerebral chamado BNDF (fator neurotrófico derivado do cérebro). Ele ativa a glia, que é considerada hoje 90% do cérebro e que ajuda a nutrir o mesmo e a fazer conexões entre os neurônios”, destaca Bussade. Além disso, a atividade física aumenta a biogênese mitocondrial. “Quanto mais mitocôndrias você tiver, mais você vai viver”.

Mulheres

Estima-se que no Brasil 51% das mulheres não praticam qualquer atividade física, enquanto o número de homens é de 43%. No entanto, algumas doenças que atingem principalmente mulheres também podem ser evitadas. Um bom exemplo é a osteoporose, que acomete, principalmente, mulheres acima de 60 anos, mas que deve ser prevenida desde a infância. “A osteoporose é uma doença infantil com consequências geriátricas. Dessa maneira, a prevenção em torno da doença deve ser iniciada ainda na infância. O primeiro tratamento deve ser a prevenção com a prática de atividades físicas e um estilo de vida saudável”, afirma o especialista. Além disso, a TPM e cistos nos ovários também são prevenidos com exercícios regulares.

Doenças mentais

Além dos benefícios na prevenção de doenças físicas, Bussade afirma que a prática de atividade física também previne doenças mentais como estresse, ansiedade e, até, depressão. Além disso, ela proporciona mais sensação de bem-estar e, até mesmo, autoestima mais elevada.

Dessa maneira, a prática de atividades físicas, aliada a uma alimentação adequada, proporciona um estilo de vida muito mais saudável para todos. Com a prática de exercícios regulares a pessoa irá ter mais saúde e viver mais.