• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Estudo investiga influência da lua no parto

Saúde

Estudo investiga influência da lua no parto

Crença popular faz grávidas receberem alertas sobre a mudança da lua e possibilidade do nascimento do bebê

Larissa Agnez

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação
Muitos especialistas associam a gestação com as fases da lua. 

O povo antigo fazia a contagem da gestação pelos ciclos da lua. Quatro luas representavam um mês de gestação da mulher. Até hoje, muitas gestantes recebem alerta de pessoas com crenças sobre a mudança da lua e a possibilidade do nascimento do bebê.

É comprovado o efeito da lua sobre alguns elementos naturais, como às marés, a produtividade da terra e o sucesso das colheitas. Também acredita-se que a lua influencia as pessoas. A ginecologista e obstetra, Lorena Baldotto comenta que ainda que a nível gestacional, não se considere a fase lunar como estatuto, é possível ver uma certa relação entre as fases da lua e a gestação. 

"Não é comprovada cientificamente. Sabemos que os ciclos lunares duram 28 dias, a lua muda a cada 7 ou 8 dias. Uma gestação é composta por 10 ciclos completos, ou seja, 280 dias ou 40 semanas de gravidez. É muito comum ouvir histórias sobre a relação entre a lua e a gestações dentro dos hospitais, principalmente em noite de lua cheia. Os antigos faziam a contagem da gestação pelos ciclos da lua. Essa era a forma usada para contar a gravidez, a cada ciclo com as quatro fazes da lua, um mês de gestação se completava", contou a ginecologista. 

Na medicina, não se observa exceção à associação da fase lunar com nascimentos, existindo profissionais da área da saúde que acreditam nesta tese que relatam aumento da demanda conforme a transição lunar. "Eu mesma já me peguei crendo nisso em alguns plantões de lua cheia, que coincidentemente ou não, enchem de mulheres dando a luz”, disse a médica.

Na lua cheia e na lua nova, teoricamente, a lua esta voltada para o aumento da força do centro da terra e isso aumenta as dores pélvicas e estimula o trabalho de parto. "Mas, é claro que os bebês não nascem apenas na lua cheia: essa influência seria em mulheres que já estão perto de parir. As que estão esperando o momento do nascimento, a mudança da lua cheia influenciaria no dia do parto. Ou seja, se você está na reta final da gestação e só esperando o sinal do bebê, já nos últimos dias de gravidez, quando a lua cheia chegar, é possível que ele chegue junto", relacionou a médica. 

De toda forma, a crença não pode ser decretada uma verdade. Mas, para as pessoas que também acreditam, a sugestão da ginecologista é que a pessoa fique atenta ao calendário para controlar as semanas de gestação e também nas fases da lua para saber quando é que o bebê pode, de fato, chegar.

Estudo 

Um estudo realizado em 2016, na Maternidade do Hopsital Universitário Prof. Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina (HU-UFSC), constatou que em todas as fazes lunares nascem bebes igualmente.

Os resultados deste estudo contradizem a crença popular de que a lua influencia na data do nascimento dos bebês ou na via de parto, caracterizando desta forma, a crença como mito. Este trabalho apresentou algumas limitações para seu desenvolvimento, como o uso de dados secundários, condicionados aos registros e um período de apenas seis meses. Sugere-se ampliar o estudo analisando um número maior de nascimentos, além de estudar o número de nascimentos em outras maternidades de Florianópolis a fim de reforçar a conclusão de mito e propor reflexão sobre as implicações advindas da crença.