• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mentoplastia têm sido utilizada no tratamento da apneia obstrutiva

Saúde

Mentoplastia têm sido utilizada no tratamento da apneia obstrutiva

Procedimento é usado para aumento ou redução do queixo, mas vem sendo incorporado a questões de saúde

Foto: Divulgação
Queixos pequenos ou recuados favorece o surgimento de distúrbios graves associados ao sono.

O queixo desempenha papel importante na simetria do rosto e um novo procedimento cirúrgico pode proporcionar o equilíbrio harmonioso das características faciais de homens e mulheres. A mentoplastia têm sido realizada para aumento ou redução do queixo. Apesar de ser feita, em sua maioria, por razões estéticas, este tipo de cirurgia também pode auxiliar no tratamento da apneia obstrutiva. 

“Um queixo pequeno e recuado favorece o aparecimento de distúrbios graves associados ao sono e de sinais prematuros de envelhecimento facial”, afirma o cirurgião plástico Humberto Pinto, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

A mentoplastia de aumento é muito mais comum do que a de redução. Nos casos em que ocorre um desenvolvimento ósseo menor do que o esperado é necessária a inclusão de próteses ou infiltração com gordura, dependendo de cada caso. “Quando há concentração de adiposidade no pescoço ou flacidez no músculo pode ser preciso também fazer uma pequena lipoaspiração no local”, explica Humberto.

Antes da cirurgia, o primeiro passo do cirurgião plástico é analisar o perfil do paciente com desarmonia facial para determinar o que deverá ser feito. Como há relação direta entre o nariz e o queixo para a harmonia do rosto, em alguns casos os dois procedimentos podem ser indicados pelo médico para que o paciente tenha um resultado mais satisfatório.

Quando se opta pela inclusão de implante para aumentar o queixo, a cirurgia dura cerca de uma hora. Se for feito avanço ósseo, o procedimento tem uma duração maior, entre 90 e 120 minutos. “A incisão da cirurgia é feita na parte inferior do queixo ou por dentro da boca, então as cicatrizes ficam praticamente imperceptíveis”, diz o médico.

Após a mentoplastia, o paciente geralmente tem alta no mesmo dia e caso haja a colocação de prótese, esta ficará imobilizada por cerca de uma semana. Ao menos na primeira semana de pós-operatório o cirurgião plástico Humberto Pinto indica uma dieta líquida e o reforço da higiene oral para evitar infecções caso a incisão tenha sido intraoral. “Além disso, como em outros procedimentos cirúrgicos, deve-se evitar a exposição solar enquanto houver hematomas e exercícios físicos”, conclui.