• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Traumas emocionais e estresse podem desencadear vitiligo

Saúde

Traumas emocionais e estresse podem desencadear vitiligo

Doença afeta de maneira significativa a autoestima e qualidade de vida dos pacientes

Larissa Agnez

Redação Folha Vitória
Foto: Google
Doença é facilmente reconhecida devido as manchas de cor branca na pele. 

Doença caracterizada pela perda da coloração da pele que se espalha por todo o corpo, o vitiligo ocorre com mais frequência em pessoas mais jovens. Mesmo não sendo contagiosa, a doença afeta de maneira significativa a autoestima e a qualidade de vida dos pacientes.

Segundo a dermatologista, Juliana Drumond, médica especializada em dermatologista pela USP e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), apesar das causas ainda não serem totalmente esclarecidas, especialistas já identificaram que alterações ou traumas emocionais podem estar entre os fatores que desencadeiam ou agravam a doença.

O estresse e o aumento do número de manchas na pele também tem relação direta. Normalmente em épocas tranquilas o vitiligo se apresenta controlado e sem manchas novas. Já em períodos conturbados, as manchas podem progredir assustadoramente.

O dermatologista é o profissional mais indicado para realizar o diagnóstico e tratamento da doença, pois existem diversas opções terapêuticas, que variam de acordo com cada paciente.