• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vitaminas só tem eficácia quando ingeridas no horário certo

Saúde

Vitaminas só tem eficácia quando ingeridas no horário certo

Tratamentos exigem cuidados para serem aplicados ou ingeridos no momento certo, mesmo quando não necessitam de receitas

Larissa Agnez

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação
Vitaminas A,D, E e K precisam ser ingeridas na hora do almoço porque precisam de gordura para serem absorvidas 

Hoje em dia, muita gente tem dificuldade para se alimentar suficientemente bem para obter todos os nutrientes que o corpo precisa para funcionar ou mesmo ingerindo as vitaminas mais importantes, precisa complementar com algum ativo. E os recursos são muitos, nestes casos. Mas, o que muita gente não sabe é que tem hora certa e maneira adequada para o organismo aproveitar melhor essas substâncias.

A farmacêutica, Luiza Scardua, da Globo Fórmula, destaca, por exemplo, que ferro e vitamina C devem ser ingeridos juntos, já que um potencializa o efeito do outro. “Outro detalhe importante é que as fibras – do cereal ou aquele pão integral – atrapalham a absorção da maioria das vitaminas. Então é melhor não ingerir pílulas deste tipo, junto com estes alimentos. Já o horário do almoço é interessante para ingerir as lipossolúveis como A, D, E e K, que precisam de gordura para serem melhor absorvidas”, explica.

Foto: RF Assessoria
A farmacêutica, Luiza Scardua aconselha pedir ajuda de um profissional da saúde para tomar as vitaminas no horário certo. 

Para quem ingere ferro e cálcio, é bom tomar em horários separados. “Deixe para tomar o cálcio antes de dormir: além de ser melhor absorvido à noite, ele deve ser ingerido longe das refeições, pois precisa de um ambiente ácido no estômago para ser assimilado. Já o ômega 3 pode competir com outros suplementos, atrapalhando sua absorção, então é melhor ser ingerido sozinho”, orienta.

Suplementos extras

Para incrementar a caixinha de pílulas, há ainda os nutracêuticos, com funções estéticas: melhorar a qualidade da pele, do cabelo, e das unhas, estimular a eliminação de toxinas, reduzir a retenção de líquido e por aí vai. “Compostos em sua maioria por antioxidantes, aminoácidos e minerais, devem ser ingeridos com água antes da refeição”, sugere.

Mas, é importante também checar com o médico, por meio de um exame de sangue, as necessidades reais de cada organismo. “Se passar do limite, seguindo o raciocínio ‘quanto mais, melhor’, o corpo pode não aproveitar os benefícios e, até mesmo sobrecarregar alguns órgãos, como fígado e pâncreas. E, na contramão disso, tomar uma dosagem menor do que o necessário, pode não ter resultado”, conclui.