• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Campanha alerta para o câncer colorretal

Saúde

Campanha alerta para o câncer colorretal

O médico oncologista Ramon Andrade de Mello traz orientações sobre a doença

Foto: Divulgação / Pexel

O mês de março é dedicado à campanha de prevenção ao câncer colorretal. Terceiro mais frequente em homens e o segundo entre as mulheres no Brasil, desconsiderando o câncer de pele não-melanoma. Essa doença também pode ser denominada como câncer de cólon e reto ou câncer do intestino grosso.

Ramon Andrade de Mello, médico oncologista, ressalta a importância dos hábitos saudáveis na prevenção desse tumor: “Consumir frutas e legumes regularmente, beber ao menos dois litros de água, evitar produtos processados, além de praticar atividades físicas regulares, são algumas maneiras de prevenir esse câncer”.

Consultor de câncer gastrointestinal da Escola Europeia de Oncologia (ESO) e da Sociedade Europeia de Oncologia Médica (ESMO), Ramon explica que o câncer colorretal tem desenvolvimento a partir de pólipos, que inicialmente são lesões benignas que crescem na parede do cólon. “Mas se o paciente tem predisposição genética e mantém hábitos não saudáveis, esses pólipos podem se converter em câncer com o passar do tempo”, esclarece o especialista.

Entre os principais sintomas do câncer do colorretal estão: a presença de sangue nas fezes; dor e cólica na barriga com mais de 30 dias de duração e alteração no ritmo intestinal. “Os pacientes podem ainda apresentar perda de peso rápida e não intencional, além de anemia, cansaço e fraqueza”, explica o oncologista.