• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vacinação contra a gripe é interrompida temporariamente em Cachoeiro

Saúde

Vacinação contra a gripe é interrompida temporariamente em Cachoeiro

Em dois dias, cerca de 13 mil pessoas já foram imunizadas no município, e de acordo com a Secretaria da Saúde, novas doses devem chegar nos próximos dias

Foto: Márcia Leal/PMCI

A vacinação contra gripe (influenza), em Cachoeiro de Itapemirim, foi interrompida temporariamente, depois que as doses disponibilizadas pelo Governo Federal chegaram ao fim. A dificuldade logística de envio de novas doses em meio à crise ocasionada pela propagação do Novo Coronavírus é um dos motivos para a falta da vacina. A previsão é de que novas doses cheguem ao município nos próximos dias.

Nos dois primeiros dias de campanha em Cachoeiro, cerca de 13 mil pessoas foram vacinadas nas 32 unidades básicas de saúde (UBS) e nos demais pontos de vacinação estabelecidos no município. Houve a possibilidade, inclusive, de vacinação por drive thru, em que o paciente toma a dose dentro do carro. Mais de 800 profissionais de saúde trabalharam no atendimento.

A campanha é realizada em três etapas, cujas datas estão mantidas. A primeira, iniciada nesta segunda-feira (23), abrange idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da área da saúde. A segunda etapa começará no dia 16 de abril e incluirá professores; profissionais das forças de segurança e salvamento; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e de outras condições clínicas especiais.

A terceira etapa se dará a partir do dia 9 de maio, compreendendo crianças entre 6 meses de vida e menores de 6 anos de idade; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); indígenas; adolescentes e jovens do sistema socioeducativo; presidiários e funcionários do sistema prisional; adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência.

“Infelizmente, tivemos esse contratempo com o Ministério da Saúde, mas não é necessário que as pessoas entrem em pânico. Até aqui, a campanha já é um grande sucesso e todas as pessoas que precisam serão imunizadas no devido tempo”, destaca a secretária municipal de Saúde, Luciara Botelho.