12 dicas para aprender a montar um prato saudável e evitar o diabetes

Saúde

12 dicas para aprender a montar um prato saudável e evitar o diabetes

Histórico familiar, excesso de peso, má alimentação e sedentarismo são fatores de riscos para doença.

Foto: Divulgação / Pexel
Metade do prato deve ser composto por folhas e legumes (cozidos e crús). Não pode-se esquecer de uma boa proteína, como frango. Fontes de carboidratos são permitidos com moderação e qualidade. 

O diabetes é uma doença caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar do sangue (glicemia), desenvolvida pela deficiência na produção da insulina. A insulina é um hormônio produzido no pâncreas, responsável por reduzir os níveis de açúcar do sangue.

Segundo a Nutricionista Karla Vieira dos Santos, da Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro, os sintomas incluem urinar com frequência, falta de energia, perda de peso, e sede excessiva. Estudos comprovam que o excesso de peso, má alimentação, sedentarismo são fatores de riscos para doença, além do histórico familiar. A prevenção inclui práticas de atividade física, controle do peso e alimentação saudável e balanceada.

Ter diabetes não significa ter que renunciar a uma alimentação prazerosa e saborosa. Mas, realizar algumas alterações na alimentação para auxiliar no controle da glicemia. Dessa forma, a nutricionista Karla Vieira criou um "cronograma alimentar" para ajudar pacientes diabéticos a controlarem a glicose ou pessoas que queiram evitar a doença. 

– Planeje e fracione a alimentação em 5 a 6 refeições ao dia, evite intervalos maiores que 3 horas;

– Diversifique a alimentação. Ela deve ser equilibrada e conter alimentos fontes de carboidratos, fibras, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais;

– Prefira as opções de pães, massas e cereais integrais, ricos em fibras, pois liberam a glicose de forma mais lenta na corrente sanguínea;

– Prefira peixes, carnes e aves magras, preparadas com pouca gordura (assadas, grelhadas ou cozidas). Evite as frituras;

– Opte por leite, iogurte e queijos com baixo teor de gordura (semidesnatados ou desnatados);

– Não ultrapassar o consumo de 3 frutas por dia, em horários alternados. Opte por frutas com casca, como maça, pera, morango, ameixa e por frutas com bagaço;

– Não consumir açúcar. Substitua-o por adoçantes a base de estévia ou sucralose, recomendados por serem mais naturais e com menor sabor residual;

– Cuidado: alimentos dietéticos, ou seja, DIET, devem ser consumidos em pequenas quantidades, pois geralmente apresentam maior quantidade de gorduras e sódio;

– Reduzir o consumo de sal e gorduras. O diabetes está muito relacionado ao desenvolvimento da hipertensão e das dislipidemias (colesterol/ triglicerídeos elevados).

– Invista em temperos naturais (salsa, orégano, manjericão, alecrim, alho, cebola), a fim de realçar o sabor dos alimentos;

– Hidrate-se! Beba, em média, 8 copos de água ao dia.

Como montar um prato saudável?

"É simples! Preencha a metade do prato com verduras e legumes crus e/ou cozidos. A outra metade, divida em dois e preencha ¼ do prato com alimentos ricos em proteína animal e vegetal e o outro ¼, com fontes de carboidratos", disse a nutricionista. 

Atenção: consulte um profissional nutricionista para elaboração de um plano alimentar adequado de individualidade.

Pontos moeda