Dentes de leite exigem acompanhamento odontológico, alerta ortodontista

Saúde

Dentes de leite exigem acompanhamento odontológico, alerta ortodontista

Cuidados para evitar cáries e lesões começam já no primeiro dentinho do bebê

Foto: Pixabay

Por volta dos seis meses de vida a dentição “de leite” começa a surgir e, com ela, também a necessidade do acompanhamento odontológico. A ortodontista Catarina Riva explica que o acompanhamento neste primeiro momento visa orientar os pais sobre os cuidados dos dentes do bebê, sendo adaptados à fase de crescimento da criança.

“O cuidado com a saúde bucal deve começar já no primeiro ano de vida, no primeiro dentinho de leite. É um mito pensar que, por ser provisório, o dente de leite não exija cuidados específicos. Com o nascimento do primeiro dente, os pais devem fazer a limpeza adequada para evitar lesões e cáries”, alerta.

Catarina explica que a escovação dos dentes dos bebês deve ser feita com escova adequada ao tamanho da boca do bebê. “O creme dental está liberado, mas atentando para utilizar somente uma quantidade bem pequena, equivalente a um grão de arroz, já que os bebês não sabem cuspir”, ensina.

O uso do fio dental deve começar assim que houver mais dentes e eles estiverem encostados um no outro, porque o acessório consegue acessar regiões que a escova não alcança e remove a placa bacteriana.

Tal como nos adultos, a alimentação das crianças também interfere na saúde bucal. A ortodontista explica que o consumo de açúcar favorece a formação de cáries. 

“Alimentos ultraprocessados, como alguns iogurtes infantis, pães, biscoitos e produtos lácteos, têm açúcar em sua composição e aumentam o risco de lesão nos dentinhos de leite da criança. O ideal é evitar ao máximo esse consumo”, orienta.