Veja como cuidar da sua carteira de vacinação contra covid-19 e acessá-la virtualmente

Saúde

Veja como cuidar da sua carteira de vacinação contra covid-19 e acessá-la virtualmente

Ministério da Saúde recomenda não plastificar o documento e, caso seja danificado, é possível acessar o registro pelo Conecte SUS

Bianca Santana Vailant

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução

A vacinação avança no país e os cartões de vacinação contra covid-19 se tornaram um item precioso para os brasileiros. O cartão com o registro da vacina aplicada carrega várias iformações importantes: serve para que o vacinado saiba qual imunizante tomou, qual a data prevista para receber a segunda dose e qual profissional de saúde fez a aplicação. 

Nos casos de brasileiros que planejam viagens para o exterior, ter o cartão em mãos é essencial. Já que em alguns casos, ele também pode servir como documento para entrada em países que exigem a vacinação completa dos turistas.

Diante da importância do documento, veja abaixo as principais dicas para mantê-lo em bom estado. Além disso, veja como acessá-lo virtualmente pelo portal Conect SUS, do Governo Federal:

Se rasgar ou molhar, o que fazer?

Neste caso, ainda é possível acessar o histórico de vacinação contra a covid-19 por meio do aplicativo Conecte SUS, que também pode ser acessado pelo navegador do computador. 

Lá, o registro das vacinas ficam disponíveis em até 10 dias após a entrada no sistema. No momento, o aplicativo registra apenas a imunização contra a covid, mas o sistema informa que o histórico das demais vacinas aplicadas pelo SUS será disponibilizado de forma gradativa.

Pode plastificar o cartão depois da segunda dose?

A recomendação do Ministério da Saúde é a de que o cartão não seja plastificado de forma permanente, pois é possível que seja necessário registrar outras informações importantes sobre vacinação.

A carteira serve de "passaporte da vacina" para viajar?

Caso seja necessário apresentar o comprovante de vacinação para fazer viagem, o Certificado Nacional de Vacinação Covid-19 pode ser emitido pelo Conecte SUS. O certificado também pode ser validado no site específico para isso

Segundo o Ministério da Saúde, o documento tem validade de um ano e, se um novo certificado for emitido, o anterior não poderá mais ser utilizado. O cartão na versão impressa também serve como comprovante de vacinação.

Qual a maneira ideal de guardar o cartão?

Como o cartão não pode ser plastificado, utilizar um porta documento pode ser uma alternativa para conservar o cartão e protegê-lo contra eventuais danos.

Se perder, o que fazer para recuperar o registro?

Neste caso, o registro da vacina continua disponível no aplicativo Conecte SUS, por onde é possível acessar a data e o número de doses aplicadas.

*Com informações do Portal R7