Saúde

Como cultivar motivação: estratégias para transformar hábitos

Descubra métodos comprovados para manter sua motivação e alcançar mudanças duradouras em sua vida diária

Redação Folha Vitória

Foto: Reprodução/ Freepik

Muitos acreditam que a motivação é um traço inato, mas pesquisas mostram que é algo que pode ser nutrido e sustentado ao longo do tempo. 

Especialistas em comportamento, como Katy Milkman e B.J. Fogg, argumentam que preparar o ambiente para apoiar novos comportamentos é fundamental para o sucesso.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Segundo B.J. Fogg, a motivação não é constante; ela varia e pode ser influenciada por fatores externos. É crucial entender que os níveis de motivação podem mudar e que novas motivações podem surgir.

Por isso, pense nas seguintes questões:

- Quais são minhas três melhores razões para fazer isso?

- Quão importante é fazer essa mudança?

- Que passos tomei para avançar nessa direção?

- O que estou disposto a fazer para alcançar essa mudança?

- O que eu vou fazer?

Estratégias para despertar a motivação

1. Identifique seus objetivos

A teoria da autodeterminação sugere que a qualidade da motivação é mais importante que a quantidade. 

Entender por que você deseja mudar um hábito, como adotar uma dieta mais saudável ou se exercitar regularmente, pode aumentar sua motivação.

2. Converse consigo mesmo

Entrevistas motivacionais consigo mesmo, como sugerido por William R. Miller, ajudam a explorar seus motivos pessoais para mudança e a comprometer-se com a ação.

3. Mapeie as etapas iniciais

Comece com pequenos passos para facilitar a transição para novos comportamentos. Isso reduz a resistência inicial e ajuda a construir momentum.

4. Tornando a mudança agradável

A estratégia de agrupamento de tentações, proposta por Katy Milkman, incentiva a associar prazeres a novos hábitos, tornando a mudança mais agradável e sustentável.

5. Ancore novos hábitos em ações cotidianas

Vincular novos hábitos a ações já estabelecidas pode ajudar na automação desses comportamentos, tornando-os parte natural de sua rotina diária.

6. Busque exemplos positivos

Cercar-se de pessoas que já possuem os hábitos que você deseja cultivar pode servir como inspiração e incentivo adicional.

7. Tenha paciência

Mudar hábitos leva tempo e varia de pessoa para pessoa. Não há um prazo fixo; a consistência e a persistência são essenciais para alcançar mudanças duradouras.

*Com informações do The Washington Post

Este conteúdo foi produzido com o auxílio de ferramenta de Inteligência Artificial e revisado por editor do jornal.

LEIA TAMBÉM: Perigos dos remédios para ressaca: o que você precisa saber

Pontos moeda