• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

No Espírito Santo, 9% das crianças ainda não se vacinaram contra pólio e sarampo

  • COMPARTILHE
Saúde

No Espírito Santo, 9% das crianças ainda não se vacinaram contra pólio e sarampo

Faltando um dia para o fim da campanha, municípios estendem prazo de vacinação

Secretaria da Saúde faz alerta aos pais que não levarem os filhos para vacinar: Irão pagar multa. 

No inicio do mês de agosto, foi lançada a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite. A ação, que tem fim nesta sexta-feira, 31 de agosto, foi estendida por alguns municípios do Espírito Santo devido a baixa adesão com o intuito de atingir a meta de cobertura Estadual, que é de 95% do total de 201.833 crianças, no Estado.

Até o momento foram aplicadas 174.620 doses de vacina contra o sarampo, o que representa 86,52% de cobertura vacinal e 175.647 doses da vacina contra a poliomielite, o que representa 87,03% de cobertura vacinal. 

No estado, 9% das crianças público alvo da campanha faltam ser vacinadas, e é fundamental que as crianças de 1 ano a menores de 5 anos sejam levadas a uma unidade de saúde, mesmo as que já tenham sido vacinadas anteriormente. Os pais devem apresentar o cartão de vacina para que o histórico de vacinação da criança seja verificado. Caso esse documento tenha sido perdido, a criança deve ser levada para ser imunizada com a certidão de nascimento.

Poliomielite

Para prevenir a poliomielite, as crianças devem ser vacinadas aos dois, quatro e seis meses com a vacina injetável (VIP) e depois aos 15 meses e 4 anos de idade com a vacina oral (VOP). A poliomielite está erradicada no Brasil desde 1990, mas existem casos em países da África e Ásia, por isso, é fundamental manter alta a cobertura vacinal para evitar o retorno da doença ao país.

O que é sarampo?

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmitida pela fala, por tosse e espirro, e extremamente contagiosa, mas que pode ser prevenida pela vacina. Pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. As complicações infecciosas contribuem para a gravidade da doença, particularmente em crianças desnutridas e imunocomprometidas.

De acordo com o Ministério da Saúde, atualmente, o país enfrenta dois surtos de sarampo, em Roraima e Amazonas. Além disso, alguns casos isolados e relacionados à importação do vírus foram identificados em São Paulo, Rio Grande do Sul, Rondônia e Rio de Janeiro.

Sintomas

Febre alta, acima de 38,5°C; dor de cabeça; manchas vermelhas, que surgem primeiro no rosto e atrás das orelhas, e, em seguida, se espalham pelo corpo; tosse; coriza; conjuntivite; manchas brancas que aparecem na mucosa bucal conhecida como sinal de koplik, que antecede de 1 a 2 dias antes do aparecimento das manchas vermelhas.

Transmissão

A transmissão ocorre de quatro a seis dias antes e até quatro dias após o aparecimento da erupção da pele (exantema). O período de maior transmissibilidade ocorre dois dias antes e dois dias após o início do exantema. O vírus vacinal não é transmissível.

Prevenção

A vacinação contra o sarampo é a única maneira de prevenir a doença.

Municípios que estarão vacinando no final de semana

Vila Velha
Sábado (01) e Domingo (02) de setembro. A vacinação será realizada em dois postos volantes que funcionarão nos shoppings Boulevard, em Itaparica, e Praia da Costa, das 10h às 22h.
Meta: o público alvo da campanha em Vila velha é de 22.281 crianças na faixa etária especificada.  A dois dias do encerramento oficial da campanha, o município atingiu 85% de cobertura para o sarampo e 86,61% para a poliomielite. 

Cariacica
Sábado (01 de setembro), nas unidades de saúde de Bela Aurora, Cariacica Sede, Itapemirim, Itaquari, Nova Rosa da Penha II, Novo Brasil, Oriente, Padre Gabriel, Porto de Santana, Rio Marinho e Santa Fé das 8h às 17h.
Meta: A dois dias do encerramento da campanha foram aplicadas 15.616 doses de vacinas, o que corresponde a 72,2% do público alvo na cidade, que é de 21.624 crianças.

Guarapari

Sábado 01 de setembro, nas unidades : Centro de Saúde “Dr Roberto Calmon”, Centro Municipal de Saúde, Unidade de Saúde “Pedro Machado” – Bela Vista, Unidade de Saúde de Santa Mônica das  8h às 16. E Escola Adalgiza Fernandes Marvilla – Condados – durante a Grande Meaípe em Ação, das 08h à 12h.