• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Técnica da acupuntura é utilizada no processo de fertilização in vitro

  • COMPARTILHE
Saúde

Técnica da acupuntura é utilizada no processo de fertilização in vitro

A técnica que tem origem oriental tem ajudado mulheres e homens com a realização do sonho de se tornarem pais

Com os estudos e tratamentos de acupuntura cada vez mais específicos para a fertilidade tem se alcançado diversos outros resultados positivos, como por exemplo, benefícios distintos para cada etapa de um tratamento de Fertilização in Vitro com o objetivo de potencializar os resultados do tratamento como um todo.

Segundo a especialista em tratamento de acupuntura para fertilidade, Aniele Hayashi, foram desenvolvidos protocolos, baseados em estudos científicos, para acompanhar as várias fases da Fertilização in Vitro (FIV). “O ideal é que o tratamento com as agulhas seja iniciado antes do início da fertilização in vitro, mas os benefícios também são experimentados por pacientes que já iniciaram a fertilização. A partir deste momento, a acupuntura segue as etapas do tratamento, em busca de potencializar seus resultados fase a fase”, informou.

Benefícios da acupuntura para o tratamento de fertilização in vitro

Preparação prévia para o tratamento de FIV: Esta fase se inicia com medicações com o intuito de preparar os folículos para que cresçam juntos e na mesma proporção na próxima fase. A acupuntura, como coadjuvante, é utilizada para promover o descanso dos ovários.

Estimulação ovariana: O tratamento de FIV começa com uma medicação que é usada para estimular o crescimento e amadurecimento do maior número de folículos simultaneamente. A associação da acupuntura neste momento visa minimizar os efeitos colaterais da medicação e auxiliar na maturação dos óvulos, através da melhora dos fluídos foliculares que os nutrem.

“Em alguns casos, a medicação pode causar um aumento na estimulação ovariana acima do desejado e a acupuntura pode ser usada nos estágios iniciais para ajudar no controle dos sintomas como a dor”, explica a Dra. Aniele.

Retirada dos óvulos: O tratamento de FIV continua com a retirada dos óvulos, momento em que a acupuntura é utilizada para reduzir o desconforto abdominal causado pela punção.

Após a retirada dos óvulos, os mesmos serão fertilizados e acompanhados para que, dentro de 3 ou 5 dias, seja feita a transferência dos melhores. Enquanto isso, a acupuntura é adotada com objetivo de preparar o útero, engrossando o endométrio e aumentando assim sua receptividade e taxas de implantação.

Transferência: Segundo o protocolo desenvolvido por pesquisadores e adotado pela médica Aniele Hayashi, no dia da transferência são realizadas outras duas sessões, uma antes e outra após a transferência. “Estas sessões buscam relaxamento do cérvix e do útero para que ocorra uma transferência mais tranquila. Com a estimulação dos pontos também conseguimos promover uma redução das cólicas e espasmos uterinos para melhorar as taxas de implantação, diminuição da incidência de aborto espontâneo, além da diminuição da ansiedade e estresse”, conta a especialista.

Após a transferência, a paciente precisa esperar duas semanas para fazer o teste de gravidez. Considerando que engravidar é o sonho de muitas pessoas, as semanas de espera são cercadas de muita ansiedade e nervosismo, momento em que a acupuntura pode ser usada para relaxar e diminuir o estresse, além de aumentar também a taxa de implantação e evitando contrações uterinas, prevenindo o aborto.

Acupuntura 

Uma das ferramentas mais importantes da medicina oriental, a acupuntura tem conquistado na última década grande reconhecimento no Brasil, usada de maneira isolada ou associada aos mais diferentes tratamentos de saúde. A acupuntura é tradicionalmente relacionada a redução do estresse e analgesia, porém seus benefícios podem ir muito além.