Saiba como evitar alergias em pele de bebê

Saúde

Saiba como evitar alergias em pele de bebê

Médico especialista em dermatologia fala sobre as principais causas, sintomas e o que fazer para evitar o problema

Bianca Santana Vailant

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação

A pele do bebê é mais fina e mais sensível, sendo assim, é mais propícia a apresentar alergias. Além disso, pode ser facilmente irritada por qualquer fator e causar o aparecimento de manchas avermelhadas, coceiras e mudança na textura da pele.

Segundo o médico e especialista em dermatologia, Rafael Soares, a alergia pode ser bem desconfortável para o bebê, por isso é importante consultar um profissional assim que observarem as primeiras alterações na pele. 

Só assim é  possível identificar o motivo da alergia e iniciar o quanto antes o tratamento. O escecialista falou sobre as principais causas de alergia em bebês e como prevenir o problema. Confira:

Calor

De acordo com Rafael, o calor excessivo, causado tanto pelo uso de muitas roupas quanto pela exposição excessiva ao sol, pode levar à irritação da pele devido ao abafamento dos poros. 

Nesses casos a alergia se manifesta na forma de brotoejas, que são pequenas bolinhas vermelhas que podem aparecer no pescoço, debaixo do braços ou na região da fralda. 

“Na verdade, não é exatamente uma alergia, mas uma condição chamada de Miliária Rubra e melhora com o resfriamento da pele”, conclui.

De acordo com o especialista, em casos de brotoeja é importante vestir o bebê com roupas adequadas ao clima da região em que se vive, dando preferência às roupas de tecido leve, fino e de algodão, pois assim é possível evitar o calor excessivo. 

Além disso, o médico também pode indicar o uso de cremes calmantes e pomadas específicas.

Tecidos

A pele do bebê é muito sensível e, por isso, alguns tecidos podem causar reações alérgicas como lã, sintéticos, náilon ou flanela, pois impedem que a pele respire adequadamente ou irritam diretamente a pele.

“Para evitar sensibilidade relacionada com os tecidos das roupinhas, é recomendado identificar qual o tipo de material que o bebê apresenta os sintomas para que então seja evitado. Além disso, a melhor roupa para bebê é sempre de algodão que é mais macio e está associado a menos casos de alergia”, finaliza.