• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Setembro Verde: combate e conscientização para a prevenção do câncer de intestino

  • COMPARTILHE
Saúde

Setembro Verde: combate e conscientização para a prevenção do câncer de intestino

Somente neste ano, uma média de 36 mil novos casos foram registrados no Brasil

A doença acomete principalmente os homens e podem ser prevenida e tratada por meio da colonoscopia. 

O mês de setembro tem recebido diversas cores importantes para o combate das doenças que acometem a população. Entre elas, a cor verde, que tem como intuito conscientizar e prevenir o câncer de intestino, também conhecido como câncer colorretal.

A Sociedade de Endoscopia Digestiva do Espírito Santo, juntamente com as Sociedades de Gastroenterologia e de Coloproctologia realizam, juntas, um projeto para combater a doença, durante todo o mês de setembro.  

A presidente da Sociedade de Gastroenterologia do ES, Roseane Bicalho Assis, explica que a conscientização ocorre em âmbito nacional e o objetivo é alertar a população a respeito da prevenção e tratamento do câncer de intestino. "Para isso nós criamos um fôlder explicativo que está sendo distribuído em todo o País, ele contém informações de como prevenir e tratar a doença. O fôlder foi criado em 2014, quando fizemos a primeira jornada de prevenção ao câncer gastro, que era voltada para os médicos. Hoje, estamos na terceira edição, mas voltada para os pacientes e população", explicou a médica.

O informativo explica como é possível realizar um diagnóstico precoce e combater a doença. Confira:

câncer colorretal

3.18 MB
Baixar Arquivo

Além disso, a partir da próxima segunda-feira (17), a Santa Casa e o Hospital das Clínicas estarão recebendo um banner e panfleto sobre a necessidade da prevenção.

O câncer colorretal é um dos mais incidentes no Brasil e no mundo, sendo o segundo mais frequente nas mulheres (após mama) e o terceiro nos homens (após próstata e pulmão). Uma das caraterísticas do tumor é que ele leva anos para se desenvolver e pode ser prevenido, já que está relacionado principalmente a hábitos alimentares incorretos, obesidade, sedentarismo e tabagismo.

No Brasil, o Instituto Nacional do Câncer estima em média 36.360 novos casos da doença, sendo 17.380 em homens e 18.980 em mulheres. As causas variam, mas exposição das células do intestino a fatores de risco, como hábitos pouco saudáveis, faz surgir um pequeno pólipo que, com o passar dos anos, pode se transformar em um adenocarcinoma (câncer).

Dados

A diretriz da Sociedade Americana de Câncer informou que o exame é obrigatório a  partir dos 45 anos;

A cada dez pessoas com 50 anos de idade, três já possuem o pólipo que pode evoluir e se tornar câncer intestinal;

30% da população, com idade entre 50 e 64, já possuem o pólipo;

As chances aumentam em 40 a 50% para pessoas com idade entre 65-70;

O Adenoma é o nome do pólipo que demora, geralmente, em torno de dez anos para evoluir para o câncer e aparece a partir dos 40 anos;

Durante os dez anos de evolução, é  possível fazer uma endoscopia do intestino para identificar o pólipo e quando em fase inicial, pode ser retirado durante o próprio procedimento, que é indolor e feito a base de sedação;

A colonoscopia deve ser realizada a partir dos 45 anos de idade, de cinco em cinco anos, no máximo dez, isso em paciente que não possuem queixa nenhuma de problemas ou histórico familiar da doença.

Entre os métodos de investigação do câncer de intestino estão a pesquisa de sangue oculto nas fezes, por meio do exame de fezes, e a colonoscopia, exame endoscópico do intestino grosso e do reto. Caso o resultado for normal, o exame é repetido a cada dez anos. Se for encontrado um pólipo, ele é retirado para realização de biopsia na lesão para confirmação da malignidade. De acordo com as características do pólipo, o exame é repetido com determinada frequência.

Camisas da Campanha estão sendo utilizadas pelos funcionários nas clínicas como forma de adoção ao projeto. 

Ação na Praia da Camburi

Data: 30/09/2018
Local: Orla de Camburi ES
Movimento: Ocorrerá uma concentração de médicos e acadêmicos de medicina, são eles proctologistas, gastroenterologistas e endoscopistas, todos, vestidos com camisas do projeto, panfletando e orientando as pessoas a respeito da prevenção.

No município de Cachoeiro de Itapemirim está prevista uma ação para alertar os médicos, no dia 20 de setembro.