• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Síndrome da Imunodeficiência Combinada Grave atinge crianças no Brasil e a única cura é o transplante de medula

  • COMPARTILHE
Saúde

Síndrome da Imunodeficiência Combinada Grave atinge crianças no Brasil e a única cura é o transplante de medula

Falta de diagnóstico precoce é o motivo da doença levar a óbito a maioria das crianças com a doença

A pequena Helena de 8 meses, passou pela doença e foi transplantada recentemente. 

Na manhã desta segunda-feira (10), o programa Fala Brasil, da Record TV, divulgou uma reportagem sobre a Síndrome da Imunodeficiência Combinada Grave. A doença atinge cerca de 50 crianças, por ano, no Brasil e o número pode parecer pequeno, pouco expressivo, mas praticamente todas elas morrem por falta de diagnóstico. 

A doença, também conhecida como Síndrome da Criança da Bolha, faz com que o organismo não desenvolva defesas contra vírus e bactérias e até mesmo uma simples gripe pode se tornar mortal e a única forma de curar a doença, é um transplante de medula.

Confira a matéria na íntegra

O principal motivo da morte é a falta de diagnóstico e para que tantas famílias não sofram com a morte das crianças por não saberem identificar os sintomas, uma médica especialista em imunodeficiência do Instituto da Criança em São Paulo, criou um guia com sinais de alerta para várias doenças raras. 

Segundo ela é preciso ficar atento a infecções repetitivas como sapinhos e doenças respiratórias, pneumonias, infecções virais, candidíase e diarreia em bebês de até 6 meses e, a baixa de linfócitos T nos exames de sangue.