Pesquisa revela que gestantes precisam intensificar os cuidados com a saúde bucal na gravidez

Saúde

Pesquisa revela que gestantes precisam intensificar os cuidados com a saúde bucal na gravidez

Dentista selecionou dicas para as mamães cuidarem da saúde oral durante o período em que o corpo sofre muitas transformações

Foto: Divulgação

Que ocorrem muitas mudanças no corpo da mulher durante a gestação todos nós sabemos. Mas você sabia que durante a formação e desenvolvimento do bebê no útero, as mães precisam intensificar os cuidados com a saúde bucal? Além disso, muitas complicações orais podem ocorrer nesta fase.

De acordo com o dentista parceiro de Philips Oral Health Care, Alexandre Morita, é muito comum que gestantes desenvolvam problemas bucais ou dentários em algum período dos nove meses de gestação, devido às constantes alterações hormonais que ocorrem no corpo da mulher. "Entre os principais problemas estão as famosas cáries, a gengivite e erosão dentária. Com as variações hormonais, ocorre também a diminuição do fluxo salivar, que tem uma ação protetora dos dentes e de remineralização através do flúor presente na saliva, o que causa o surgimento de lesões cariosas com maior facilidade", explica o especialista.

Segundo ele, o cuidado com os dentes e gengivas deve ser constante uma vez que as bactérias presentes nas cáries, se não cuidadas, podem entrar em contato com a corrente sanguínea da mãe e chegar ao sistema circulatório da criança, nos casos mais severos.

O profissional indica ainda que, é possível fazer alguns tratamentos dentários durante a gravidez, mas, preferencialmente, no segundo trimestre - entre o quarto e sexto mês. "Durante o primeiro trimestre, o bebê ainda está se formando e o ideal é evitar o uso de medicamentos para não afetar o desenvolvimento do feto. Já no terceiro trimestre, o cuidado deve ser maior, uma vez que alguns procedimentos podem causar inflamação e, doenças como inflamação gengival ou pulpar, podem induzir o nascimento prematuro, mesmo que em chances mínimas, em decorrência da liberação de substâncias como citocinas e prostaglandinas", explica Morita.

Considerando que a gestação é um período delicado para a maioria dos tratamentos dentários, o especialista reforça que a melhor solução é caprichar na higienização bucal durante a gestação e, pensando nisso, listou algumas dicas de como manter a saúde bucal em dia. 

• Escolha uma boa escova de dentes: este é o momento de caprichar na escovação dos dentes. Há modelos no mercado que dispõe de tecnologia para facilitar a limpeza dos dentes e gengivas. 

• Escove os dentes com frequência: não dê bobeira! Escove os dentes no mínimo 3x por dia e sempre cerca de 20 minutos após os quadros de vômitos, pois o pH da boca fica muito ácido, então é importante esperar esse tempo para realizar a escovação dos dentes.

• Creme dental: escolha um creme dental sem sabor para não causar enjoos no momento da higienização oral.

• Não esqueça o fio dental: utilize o fio dental após as refeições para evitar quadros de inflamação gengival.

• Use um limpador interdental: esses aparelhos complementam a limpeza bucal e ajudam na remoção de placas entre os dentes.