Vacina contra meningite está disponível no ES para crianças de até 10 anos

Saúde

Vacina contra meningite está disponível no ES para crianças de até 10 anos

Até o mês de dezembro, crianças não vacinadas de até 10 anos (10 anos, 11 meses e 29 dias), poderão receber doses do imunizante por meio do Programa Estadual de Imunizações

Bianca Santana Vailant

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução/ Sesa

Com a intenção de imunizar crianças ainda não vacinadas contra doenças como a meningite, por exemplo, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) está  disponibilizando, temporariamente, a vacina meningocócica C conjugada para um novo público. 

Até o mês de dezembro, crianças não vacinadas de até 10 anos (10 anos, 11 meses e 29 dias), poderão receber doses do imunizante por meio do Programa Estadual de Imunizações. 

“É uma ação especial que estamos realizando até dezembro deste ano. Os pais que, por algum motivo, ainda não levaram seus filhos para receber a dose no período indicado poderão fazer isso nos próximos meses, com crianças de até 10 anos. A medida tem por objetivo a proteção dessas crianças”, explicou a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo.

A reportagem do Folha Vitória questionou a Secretaria de Estado da Saúde se haverá necessidade de agendamento para a vacina e se o imunizante estará disponível em todos os postos de saúde do Estado. 

Perguntamos também qual a expectativa da Sesa com relação à quantidade de crianças imunizadas. Até o momento não tivemos retorno. Assim que a Secretaria responder a demanda, a matéria será atualizada. 

Cobertura vacinal está abaixo do esperado para conter a doença

A ação foi motivada pela baixa cobertura vacinal nos últimos anos – agravada pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), evitando, assim, a ocorrência de surtos da doença, hospitalizações, sequelas e óbitos.

Segundo Danielle Grillo, o Espírito Santo apresenta cobertura de 76,03% até o momento, sendo a meta preconizada pelo Ministério da Saúde de 95%. Em 2020, a cobertura vacinal da meningocócica C conjugada foi de 84,34%. Já em 2019, atingiu 90,46%.

Leia também: Procura por vacinas essenciais no ES está em queda há 5 anos

Entenda a importância da vacina Meningocócica C conjugada

A doença meningocócica é uma infecção causada pela bactéria Neisseria meningitidis. Essa bactéria pode causar meningite, que é uma infecção do cérebro e da medula espinhal, e septicemia, uma infecção da corrente sanguínea. 

Esses dois tipos de infecções são muito graves e podem levar à morte em até 24 horas. A doença pode afetar pessoas de qualquer idade, mas afeta principalmente bebês, crianças em idade pré-escolar e jovens.

Como é transmitida?

A bactéria meningocócica pode ser transmitida por gotículas para outras pessoas, através do beijo, tosse ou espirros. As bactérias podem ser transportadas no nariz e na garganta de uma pessoa infectada que não apresenta sintomas, mas pode transmitir a doença para outras pessoas.

Quando a vacina deve ser aplicada?

Originalmente, a vacina é aplicada em duas doses aos 3 e 5 meses de vida, segundo o Calendário Nacional de Vcainação. Além disso, uma dose de reforço é aplicada aos 12 meses de vida. 

Para as crianças que por algum motivo perderam a oportunidade de receber a vacina nas idades indicadas, recomenda-se a administração de uma dose até os 4 anos, 11 meses e 29 dias de idade