Saúde

Pesquisadores desenvolvem vacina contra câncer de mama e ovário

Expectativa é que o imunizante esteja disponível em oito anos

Foto: Divulgação
Pesquisadores revelaram que também estão trabalhando em um imunizante contra o câncer de mama não invasivo.

Uma vacina que previne e impede que o câncer de mama se desenvolva ou volte está em fase inicial. O que por muitos anos foi apenas especulação, poderá estar disponível em oito anos. O imunizante está sendo desenvolvido pela Mayo Clinic, em Jacksonville, na Flórida, Estados Unidos.

Além do câncer de mama, a vacina terá efeito para o câncer de ovário. A pesquisa levará ao menos três anos para que seja testada em um grande número de pacientes. 

Os pesquisadores revelaram que também estão trabalhando em um imunizante contra o carcinoma ductal in situ, câncer de mama não invasivo que leva a 300 mil novos casos por ano nos Estados Unidos. 

De acordo com a Mayo Clinic eles já possuem duas vacinas, sendo uma contra o câncer de mama triplo negativo e outra contra o câncer de mama positivo HER2. Para os pesquisadores o imunizante é seguro, e não apresentou nenhum efeito adverso. Apenas irritação na área aplicada, o que é comum, assim como ocorre na vacina contra gripe.

Serão necessários ensaios clínicos e a aprovação do Food and Drug Administration (FDA), que regulamenta medicações nos Estados Unidos. Uma questão é o alto custo dos ensaios, são cerca de R$ 83 milhões para fases inciais e .ensaios das fases mais avançadas custam o dobro disso.

Fonte: Portal R7


Pontos moeda