Justiça barra ao menos dez candidatos a prefeito no Estado

A Justiça Eleitoral indeferiu os pedidos de registro de pelo menos 10 candidatos a prefeito no Estado. As informações são do banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e foram apuradas até a tarde desta sexta-feira (23). Os dados são atualizados de acordo com a análise dos casos pela Justiça Eleitoral.

Vitória lidera denúncias de irregularidades eleitorais no ES

Na Grande Vitória, três candidatos tiveram os pedidos de registro indeferidos: Alexandre Xambinho (PL) e Márcio Greik Alves (MDB), na Serra, e Rafael Primo (Rede), em Vila Velha.

Todos os três candidatos recorreram no Tribunal Regional Eleitoral no Espírito Santo (TRE-ES) na tentativa de viabilizar as candidaturas. Até que o recurso seja julgado, na prática, as campanhas continuam normalmente.

Os outros candidatos que têm restrição para concorrer ao pleito estão no interior do Estado.

Veja lista completa:

>> Elieser (MDB), Vargem Alta;
>> Short (PCdoB), Muqui;
>> Dr. Antônio (PTB), Vila Valério;
>> Jovelino Schiavo (PRTB), Cachoeiro de Itapemirim;
>> Josué Batista (PSC), Cachoeiro de Itapemirim;
>> Dra. Gelcilene (Cidadania), Marechal Floriano, candidatura deferida com recurso;
>> Wanderley Henrique Wolffgramm (PTB), São Gabriel da Palha;
>> Alexandre Xambinho (PL), Serra;
>> Márcio Greik Alves (MDB), Serra;
>> Luiz Américo Borel (MDB), candidatura cassada com recurso, Alto Rio Novo;
>> Rafael Primo (Rede), Vila Velha.

Fonte: Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com dados referentes à sexta-feira (23)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *