Tire suas dúvidas sobre próteses dentárias fixas e removíveis

Saúde

Tire suas dúvidas sobre próteses dentárias fixas e removíveis

Para saber qual é o melhor método para você, é necessário passar por uma consulta com um especialista

Foto: Divulgação

Perder um ou mais dentes é uma situação que impacta diretamente na vida de milhares de pacientes, causando uma autoestima baixa e má qualidade na mastigação - essas são algumas queixas relatadas para a empresária e cirurgiã dentista Luanna Coelho.

No entanto, a odontologia moderna trouxe novos tratamentos para restabelecer tanto a estética quanto às funções orais desses pacientes, devolvendo a autoestima e qualidade de vida. Mas para saber qual é o melhor método para você, somente passando por uma consulta com um especialista.

Sobre a dentadura, a especialista diz que a prótese removível, por ser colocada diretamente na gengiva, não possui estabilidade como os dentes de verdade, e que com o tempo, após vários anos de mastigação, o paciente terá um desgaste ósseo profundo. 

"Por estar apoiada em estrutura mole, não se consegue segurança ao se comparar com os dentes anteriores, e a pressão da mastigação vai fazer com que o osso, localizado abaixo da gengiva, se deteriore ainda mais rápido, até pela falta de estímulo da produção óssea", explica.

Já em relação às próteses fixas, a especista destaca o grande benefício dos implantes, por não saírem do lugar em qualquer situação. "A prótese fixa é uma imitação do dente que se perdeu, ou seja, é parafusada na cavidade bucal, alojado na estrutura óssea (mandíbula ou maxila). O implante dentário é um pino de titânio, que será a nova 'raiz' do futuro dente que passará a ter estabilidade e suportar toda a carga durante uma mastigação", explica ela, que também acrescenta as diferenças.

"A prótese fixa sobre os implantes fornece uma estrutura de sorriso melhor, um bom realinhamento da estética, sendo mais fina, não ocupando o céu da boca. Já nas próteses removíveis, além de não ter estímulo ósseo, acelerando assim o desenvolvimento da perda óssea, o palato é ocupado por inteiro para ter algum tipo de retenção, impedindo muitas das vezes de sentir o gosto dos alimentos".

Implantes dentários: processo é seguro e indolor

No entanto, existe um mito acerca da implantação das próteses fixas, pois, por serem parafusados, o medo gera insegurança aos pacientes. Porém, a cirurgiã dentista desvenda o mistério e diz que o procedimento de implantação, embora assuste, é indolor. 

"Todos querem fazer, mas a maioria tem o medo de sentir dor, porém isso é um mito, pois por se tratar de uma cirurgia, tem se o conforto da anestesia. Portanto, aqui no nosso consultório, é proibido sentir dor, com dor, não tem cirurgia!", finalizou.

Tire suas duvidas sobre benefícios e durabilidade dos implantes fixos dentários

1) Na sua opinião, qual é a principal diferença entre a prótese fixa e prótese dentária removível, em relação a qualidade de vida das pessoas?

A diferença que mais vejo está relacionada à alimentação. Quando se tem todos os dentes saudáveis, o alimento é triturado de maneira correta e, consequentemente, o nosso intestino absorve melhor todos os nutrientes ingeridos. Nesse sentido, a prótese fixa propicia a maior nutrição e consequentemente maior qualidade e longevidade de vida. 

Já, com a dentadura, isso não é possível, pelo contrário, a pessoa pode até ser impedida de sentir o gosto da comida já que parte da estrutura se apoia no céu da boca, área que possui terminações sensíveis para o paladar. Outro ponto que observo, é a estabilidade durante as tarefas cotidianas, como sorrir, que a prótese fixa proporciona sem medo algum.

2) Qual é o método de fixação dos implantes dentários?

Por via cirúrgica, sendo elas: Sem enxerto ósseo (quando já se tem osso para fixação dos implantes), com enxerto ósseo (quando há necessidade dos enxertos, precisando se de um tempo maior para a conclusão do trabalho), e também temos a opção de manobras mais invasivas, mas segura da mesma maneira, como a instalação dos implantes no osso zigomático (osso da maçã do rosto, denominado de implantes zigomáticos).

3) Durabilidade e conforto. Quanto tempo?

Em relação à prótese fixa, o conforto é similar a dentes permanentes, podendo devolver a estética até dos semblantes da face. Já na prótese removível, a pouca quantidade óssea desencadeia progressivamente o descontentamento estético e na rotina básica pela perda óssea sempre contínua.

Em relação ao tempo, a prótese removível deve ser trocada de quatro em quatro anos, já a parte protética dos implantes dentários (prótese fixa), tem a durabilidade de cinco anos, quando se tem as manutenções em dia, já a parte dos implantes (pinos de titânios que fixam a prótese) dura em média de 10 a 35 anos, dependendo é claro, dos devidos cuidados de higienização bucal.