• Geral

Hino desafinado

A despeito de ter admitido que errou ao pedir que escolas filmassem professores, alunos e funcionários cantando o Hino Nacional, sem autorização prévia, o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, pode ser alvo de processo na Comissão de Ética Pública da Presidência da República. Advogados da oposição finalizam a representação que será protocolada nos próximos dias no colegiado com pedido de ... leia mais
  • Geral

Disputa pela Relatoria

As bancadas do Nordeste e Sudeste na Câmara pressionam o Palácio do Planalto e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para emplacar um representante das respectivas regiões na relatoria da PEC da Reforma da Previdência. De São Paulo, os cotados são os deputados Samuel Moreira (PSDB-SP) e Eduardo Cury (PSDB-SP). Pelo Nordeste, o nome mais forte é de Aguinaldo Ribeiro (PP/PB), ex-ministro de ... leia mais
  • Geral

Venezuela e os árabes

O Marrocos tem papel fundamental nessa esperada transição no Governo da Venezuela. Em passagem rápida por Brasília nos últimos dois dias, o presidente encarregado do país latino, o congressista Juan Guaidó – reconhecido por mais de 50 países – reuniu-se com o embaixador do Marrocos em Brasília, Nabil Adghoghi. Ele é a ponte de Guaidó para os árabes da OPEP – Organização dos Países Exportadores de ... leia mais
  • Geral

Longe do Poder

Longe dos holofotes desde que foi demitido da chefia da Secretaria-Geral da Presidência, o ex-ministro Gustavo Bebianno tem alegado “falta de espaço na agenda” para comparecer à Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor para dar explicações sobre suspeitas de financiamento de candidaturas laranjas pelo PSL. O requerimento para o convite foi aprovado pelos ... leia mais
  • Geral

Ruralista$

O Governo de Jair Bolsonaro (PSL) lança ofensiva sobre a maior bancada da Câmara para alcançar os 308 votos necessários visando aprovar o texto da reforma da Previdência no plenário. Apesar da baixa nas últimas eleições, a Frente Parlamentar Agropecuária se recompôs na nova Legislatura e já conta com mais de 200 deputados. Na última semana, Bolsonaro e ministros foram à posse do novo presidente da ... leia mais
  • Geral

Risco 2.0

Deputados que transitam pelos gabinetes do Palácio do Planalto alertam ministros e assessores responsáveis pela articulação política sobre os riscos da demora na indicação do líder do Governo no Congresso. Dizem que a base precisa ser consolidada o quanto antes para agilizar a tramitação da reforma da Previdência e reafirmam as críticas ao líder do governo na Câmara, Vitor Hugo (PSL-GO), visto como ... leia mais
  • Geral

Fator militar

As últimas manifestações do presidente Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), desagradaram a ministros do Palácio do Planalto e à ala militar do Governo de Jair Bolsonaro. O democrata deixou claro que seu apoio ao Planalto não é incondicional ao afirmar que o Governo precisa melhorar sua capacidade de cobrar celeridade no envio da proposta da Reforma da Previdência de integrantes das Forças Armadas – ... leia mais
  • Geral

Vice no holofote

O protagonismo do vice-presidente Hamilton Mourão incomoda alguns integrantes do Governo. A última reclamação nos bastidores é sobre a reunião de hoje do Grupo de Lima, no Peru. O grupo foi montado para discutir soluções para a Venezuela e é formado por diplomatas dos países que querem a saída de Nicolás Maduro da Presidência. Mourão tem aparecido como o representante do Brasil no encontro, mas ele ... leia mais
  • Geral

Ambiente de negócios

Em busca dos votos para aprovar a reforma da Previdência na Câmara, ministros do Palácio do Planalto vão abrir a agenda para lideranças empresariais nas próximas semanas. O principal argumento dos auxiliares do presidente Jair Bolsonaro (PSL) será de que a aprovação do texto enviado ao Congresso Nacional é imprescindível para melhorar o ambiente de negócios e, consequentemente, dar segurança aos ... leia mais
  • Geral

Apelo pela celeridade

Ministros do Governo de Jair Bolsonaro (PSL) vão pedir aos deputados da base para que permaneçam em Brasília às quintas e às sextas-feiras – dias em que também há sessões nas comissões – com o intuito de evitar eventuais atrasos na tramitação da Proposta de Emenda à Constituição da reforma da Previdência Social. Pelas regras regimentais da Câmara, a tramitação do texto é vinculada às sessões do ... leia mais