PM-ES anuncia novo concurso com 1.000 vagas e isenta candidatos atuais de taxa

Como era de se esperar, o Governo do Estado iria tomar alguma posição devido ao último concurso da Polícia Militar do Espírito Santo. Foi divulgada uma nota no site oficial do Governo em que o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Henrique Herkenhoff, garante a realização de um novo concurso para o preenchimento de 1.000 novas vagas de soldados para a Polícia Militar. O concurso, que seria realizado em 2013, foi antecipado para este ano para manter o ritmo de contratações dos profissionais da Segurança Pública, atendendo a uma determinação do governador Renato Casagrande. E ainda: quem participou da última seleção e foi reprovado não pagará taxa de inscrição nessa nova seleção, bem como os que foram aprovados, mas que não passarem pelo teste físico. O concurso atual segue normalmente. A decisão foi tomada após a divulgação do resultado do último concurso público para o Curso de Formação de Soldados (CFSD/2011), que teve 295 candidatos aprovados, para as 650 vagas ofertadas. Vale lembrar pessoal que, independentemente da nova oportunidade, só passarão aqueles que estiverem preparados, ou seja, é preciso estudar. E muito.

(2274Publicações)

Comentários (0)

  1. Fernando

    Seria muito menos oneroso para o Estado rever os critérios de aprovação e baixar a nota de corte, já que esse corcurso foi muito mal organizado. Eu fiz a prova e eram questões muito mal elaboradas e confusas.

    Responder
  2. Pablo

    É bom lembrar que, agora, todo cidadão, INDEPENDENTE DA IDADE, poderá tentar essa prova da PM-ES, já que, o STF tinha dado como prazo limite e final 31/12/2011 o cumprimento das exigencias de limite de idade em editais de concursos militares, ou seja, à partir de 1º de Janeiro de 2012, até que seja criada e votada uma lei específica que trate o assunto, TODO CIDADÃO que tenha interesse em prestar concursos militares em todo o Brasil e em todas as forças armadas e auxiliares, o poderão fazer. Então, preparem-se mesmo, porque a concorrencia promete.

    http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=171591

    Tá aí o link do STF com a matéria, na íntegra, para quem quiser conferir com os próprios olhos.
    Mas é como eu havia dito, as intituições podem tentar de tudo para manter o limite de idade e dificultar ao máximo os testes físicos e perícias médicas mas, é fato que, até que seja votado no congresso legislação que trate o assunto, TODOS PODEM PRESTAR O CONCURSO, INDEPENDENTE DA IDADE.

    Responder
  3. Diego

    Que Governo !!!!!
    Deu no mesmo, pq esse ano de 2012 vai ter nem 100 formandos na PMES para o Estado inteiro, mesmo sendo uma das mais violentas do brasil.kkkkkkkkkkkk.
    Deveriam anular essa merda de requisito 60 pontos, e chamar os 1300 colocados
    respeitando os concursandos que pagaram cursos, pq quem fez a merda de contratar essa empresa exatus foram vocês !

    Responder
  4. renato

    Vamos parar e pensar, valor da taxa da prova da PM R$39,50
    Candidatos aprovados 295 que é igual a R$11.652,50
    Candidatos Total + ou -16000 que fizeram a inscrição R$ 632.000,00
    É preciso dizer mais alguma coisa, foi uma boa arrecadação,

    Responder
  5. Jessica

    BOTA A CARA BIG HOUSE!!! Vai perder essa oportunidade de formar 650 soldados por causa de uma prova mal elaborada e um edital completamente confuso!? Sem falar nessa organizadora que a PM escolheu que ao invés de ajudar só atrapalhou a vida dos candidatos! Agora eu quero ver quem vai pagar por isso? adivinha? somos nós cidadãos que vamos continuar com essa sensação de insegurança nas ruas! convoca os primeiros 1300 colocados que pelo menos vai amenizar a situação

    Responder
  6. Sianess

    Deveria anular nada! já é uma mamata não ter a redação em que é possível julgar a reflexão dos candidatos, a compreensão, grafia entre outras coiisas! acheii ótima a iniciativa q na verdade, já havia passado da hora! até escola você precisa de média para passar…60% é o minimo para uma profissão tão importante e pelo salário q tbm não é tão mal assiim…ao invés de reclamar esse povo deveria estudar isso sim! Muito bom! Parabéns quem cortou a galera q não passou.

    Responder
  7. ariadina alves

    tenho um grande sonho de servir meu estado..mas vem acontecendo tantas coisas na PM.que me pergunto se esses pms são dignos de servir nosso estado. emfim pessoas que realmente querem servir por amor e honra acabam sendo barrados. então tenho medo de que aconteça o mesmo comigo….. para aqueles que tenhem o privilegio de usar uma farda. não confunda o nome. vc não usa um fardo e sim uma farda do qual vc tem que se orgulhar….afinal o brasil e o estado do ES merece que vc luti por ele com dignidade e orgulho.

    Responder
  8. Jonatan Tigre

    Em primeiro lugar, eu gostaria de ressaltar, não só a minha indignação, como a da maioria das pessoas que participaram desse ultimo concurso PM-ES. Totalmente vergonhoso ! Primeiro, a contratação daquela empresinha “medíocre e fundo de quintal”, segundo, os critérios de avaliação; totalmente incoerentes e esdrúxulos ! Vergonha ! O mínimo que o governo do estado poderia fazer, seria convoncar os tais “1300” primeiros colocados, para assim, ao menos tentar suprir a nescessidade de políciais nas cidades capixabas; onde a segunça não é das melhores. E no final das contas, quem foram os principais prejudicados nessa história ? Nós ! O tão sofrido e explorado povo brasileiro. A polícia Militar, é o meu maior sonho, desde criança. Meu pai é sargento PM, e eu me espelho muito em sua boa conduta, índole e caráter exemplares ! Gostaria muito de dar continuidade, a essa linda profissão, honrrosa, muito respeitada e admirada em minha fámília. Gostaria, de todo coração, que alguém tomasse alguma iniciativa/providência em relação aos problemas que ocorreram nesse último concurso, para que os prejudicados, (nós) possamos ser ressarcidos de todos os prejuízos e constrangimentos, dos quais fomos expostos. Somos em nossa maioria, cidadãos de bem ! E merecemos o “mínimo” de respeito. Desde já, muito grato a todos(as).

    Responder
  9. Catarina

    O MAIOR problema na prova da PM foi o Edital que a PRÓPRIA PM elaborou, (NÃO FOI A EMPRESA CONTRATADA), medíocre e de fundo de quintal foi o Histórico Escolar da maioria dos candidatos, pois foi o pior nível de candidatos que já vimos em um concurso público da PM. E coloca medíocre nisso. Quem solicitou que a prova fosse difícil, foi a PM, não foi a empresa contratada. A prova não foi mal elaborada, os candidatos ou não estudaram ou realmente “não estavam preparados” para fazer a prova. QUEM ESTUDOU MUITO, PASSOU. Convocar 1300 candidatos sem saber nada de português ? E como seria o BO que desses soldados? Já imaginaram? Pois pelo que eu soube, a maioria nem fazer uma inscrição sabia. Tenho certeza absoluta que seu Pai não gostaria de ter ELEMENTOS BADERNEIROS E COM INSTINTOS DESTRUTIVOS (como foi visto pelos jornais e televisão) E SEMI ANALFABETOS como companheiros na Corporação. ACORDA Jonatan !! Você escreve bem, com certeza foi bem educado e teve bom estudo, mas a maioria que estava fazendo a prova, NÃO TINHA NEM EDUCAÇÃO!! O maior problema para quem estudou pelo menos um pouco, foi que realmente a PM solicitou que a prova fosse muito difícil. Espero que da próxima vez você passe nas provas E EU TAMBÉM!!

    Responder

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>