• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cacá Diegues é eleito para a Academia Brasileira de Letras

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Cacá Diegues é eleito para a Academia Brasileira de Letras

Participaram da eleição 35 acadêmicos (24 pessoalmente e 11 por carta), e o Diegues recebeu 22 votos

Sua entrada é uma homenagem ao saudoso cineasta Nelson Pereira dos Santos, de quem foi amigo

Exatamente uma semana antes da estreia nacional de seu novo filme, O Grande Circo Místico, o cineasta Cacá Diegues, de 78 anos, foi eleito nesta quinta-feira, 30, para a Academia Brasileira de Letras (ABL), onde irá ocupar a cadeira 7, substituindo o também cineasta Nelson Pereira dos Santos, que morreu em 21 de abril passado.

Participaram da eleição 35 acadêmicos (24 pessoalmente e 11 por carta), e o Diegues recebeu 22 votos. "Um dos mais premiados cineastas brasileiros, cuja obra lança um olhar profundo e generoso sobre nosso país. 

Crítico refinado, diretor reconhecido além fronteiras. Sua entrada é uma homenagem ao saudoso Nelson Pereira dos Santos, de quem foi amigo, através das novas lentes que ambos construíram para ver mais longe a nossa realidade", afirmou o Presidente da ABL, escritor Marco Lucchesi.

Onze candidatos concorreram à cadeira: Pedro Corrêa do Lago, Raul de Taunay, Remilson Soares Candeia, Francisco Regis Frota Araújo, Placidino Guerrieri Brigagão, Raquel Naveira, José Itamar Abreu Costa, Conceição Evaristo, José Carlos Gentili e Evangelina de Oliveira, além de Diegues.

Os ocupantes anteriores da cadeira 7 foram Valentim Magalhães (fundador, que escolheu como patrono Castro Alves), Euclides da Cunha, Afrânio Peixoto, Afonso Pena Júnior, Hermes Lima, Pontes de Miranda, Dinah Silveira de Queiroz e Sergio Corrêa da Costa, além de Nelson Pereira dos Santos.