• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Sandy fala sobre o filho brincar de boneca: - Se ele fosse ou virasse gay, não teria nenhum problema

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Sandy fala sobre o filho brincar de boneca: - Se ele fosse ou virasse gay, não teria nenhum problema

O filho da cantora também deu o que falar há pouco tempo, após Lucas publicar uma foto na qual dentre os pertences do Theo estava uma boneca.

Sandy lançou recentemente sua websérie, chamada Nós, Voz, Eles, na qual, segundo o blog do Amaury Jr, ela irá mostrar diversos convidados em um estúdio dentro de sua casa em Campinas, no interior de São Paulo. Em entrevista, ela falou um pouco sobre o projeto e sobre como é ter o pai, Xororó, como um dos convidados:

- Fiquei meio tímida em dirigi-lo. Ele diz que eu tenho coisas a acrescentar, que aprende comigo também, mas eu fico mais humilde nessa situação, porque ele é que é meu mestre.

Sandy é mãe de Theo, fruto de seu relacionamento com Lucas Lima, e contou que espera que o filho não entre tão cedo na carreira musical, como ocorreu com ela.

- Eu comecei muito cedo. Eu e meu irmão Junior demos certo, mas não é a história que acontece com todo mundo. O mais comum é não dar certo e causar muitas frustrações na infância. Não queria que ele corresse o risco de viver esse tipo de frustração. Vou tentar segurar como puder, mas se isso for a vontade e a vocação dele, não vou impedir. É muito possível que ele não escape da música. Mas aí a gente vai ver daqui vários anos!

O filho da cantora também deu o que falar há pouco tempo, após Lucas publicar uma foto na qual dentre os pertences do Theo estava uma boneca.

Diversas pessoas se manifestaram em relação ao brinquedo, e Sandy foi bem direta ao dizer o que pensa sobre o assunto:

- Não imaginamos que pudessem ter tantas reações, como se fosse uma grande coisa a gente permitir que nosso filho brinque com uma boneca. E, se quiser saber mais a fundo, se ele fosse ou virasse gay, não teria nenhum problema com isso também. Somos todos iguais, todos irmãos. Ele brinca com bonecas, bonecos, carrinhos, bola. A gente não coloca nenhuma restrição. Na nossa concepção, não existe isso de brinquedo de menina e menino. A gente está criando ele para não ser uma pessoa machista, sexista e preconceituosa.