• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vídeo de Harvey Weinstein com uma de suas supostas vítimas é divulgado

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Vídeo de Harvey Weinstein com uma de suas supostas vítimas é divulgado

O produtor Harvey Weinstein vem enfreando diversas acusação de abuso após mais de 70 mulheres, a maioria jovens atrizes e funcionárias da indústria de cinema, o acusaram de má conduta sexual. E agora, mais uma de suas vítimas resolveu se pronunciar ao divulgar na quarta-feira, dia 12, um vídeo de seu encontro com o empresário, que aconteceu em 2011.

A vítima em questão é Melissa Thompson, uma empresária de 28 anos de idade, que alega ter sido abusada sexualmente pelo produtor horas depois que o vídeo foi gravado. No registro, é possível ver Weinstein passando as mãos pelos braços dela e fazendo comentários inapropriados como: Eu quero um pedaço seu.

Melissa e Harvey se encontraram para um reunião com o intuito de que ela pudesse vender um serviço de vídeo e análise de redes sociais e a gravação do encontro era parte do projeto.

Assim que entraram na sala, Harvey pede para que sua equipe fique do lado de fora e que não não houvesse interrupções. A mulher estende a mão para cumprimentá-lo, mas ele lhe dá um abraço e passa as mãos pelas costas da empresária.

Instantes depois, o produtor passa as mãos pelos braços de Melissa e depois sua mão some. De acordo com a declaração da vítima, ele colocou a mão em sua coxa e estava subindo pro dentro de seu vestido. No vídeo é possível escutar ela falando antes de tentar se afastar:

- Muito pra cima, muito pra cima.

Weinstein eventualmente pergunta o que ela faria mais tarde e assim a convida para uma bebida no bar do hotel onde estava hospedado. Melissa conta que aceitou o convite acreditando que poderia fechar o negócio, mas ao chegar lá ele afirmou estar seguindo em direção a sala de conferência que, na verdade, era seu quarto e esse teria sido o momento em que o abuso aconteceu.

Acusações formais sobre outros abusos foram feitas em 2018 por mais duas mulheres. Fora elas, milhares de nomes renomados se pronunciaram sobre os casos de assédio, entre eles Cara Delevigne, Ashley Judd, Angelia Jolie e Gwyneth Paltrow.