• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

São Paulo sofre, mas vence o Ceará por 1 a 0 e mantém liderança

  • COMPARTILHE
Esportes

São Paulo sofre, mas vence o Ceará por 1 a 0 e mantém liderança

No sufoco, o São Paulo conseguiu manter a liderança do Campeonato Brasileiro. Com uma vitória sofrida diante do Ceará por 1 a 0, na manhã deste domingo, com gol de Bruno Peres aos 32 minutos do segundo tempo, o time chegou aos 45 pontos e será o ponteiro da tabela, independentemente dos outros resultados da rodada. O São Paulo teve muitas dificuldades diante do time cearense, que mostrou grande atuação defensiva e colocou o líder em risco em alguns lances.

Dono da segunda maior média de público do Campeonato Brasileiro com 33 mil torcedores por jogo (o líder é o Flamengo com 52 mil), o São Paulo levou 57 mil pagantes ao Morumbi, número inferior ao recorde de pouco mais de 59 mil do jogo entre Fluminense e Flamengo, em junho, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

O JOGO - O São Paulo começou em ritmo intenso, decidido a abrir o placar nos primeiros minutos. Conseguiu uma sequência de boas chances nos primeiros minutos. O time adiantou a marcação, para tentar recuperar a bola na saída de bola, e fez o jogo se desenvolver no campo do rival. O saldo negativo dessa blitz foi um cartão amarelo em Everton, que usou a mão para finalizar cruzamento de Rojas. Por isso, ele está fora do jogo diante do Fluminense, na próxima rodada.

Embora o Ceará mostrasse marcação efetiva na entrada da área, o São Paulo conseguiu furar o bloqueio pelos lados do campo, principalmente pela direita, com o eficiente Joao Rojas. Com isso, conseguiu nova sequência de boas chances aconteceu aos 13 minutos, com duas grandes defesas do goleiro Éverson em seguida. As melhores chances do primeiro tempo, no entanto, pararam por aí.

Acostumado à estratégia de roubar pontos dos grandes fora de casa (na última rodada empatou com o Vasco no Rio), o Ceará suportou a pressão e conseguiu respirar na metade do primeiro tempo. Aproveitando a queda do ritmo são-paulino, o time visitante até arriscou alguns ataques e deixou a torcida da casa apreensiva no Morumbi.

O São Paulo cruzou 11 vezes na área no primeiro, mas Diego Souza era o único especialista na finalização. O técnico Diego Aguirre decidiu apostar na variação de jogadas e colocou o meia Shaylon no lugar do volante Luan. O time tinha agora apenas Jucilei como marcador no meio.

A dificuldade para achar o gol deixou o São Paulo nervoso e apressado. E o time começou a dar espaços. Após grande jogada, Leandro conseguiu a melhor chance do Ceará no jogo. Ele construiu toda a jogada, mas chutou em cima de Sidão salvou aos 18 minutos. Grande defesa.

O time cearense conseguiu montar um sistema defensivo bastante eficiente, bloqueando os cruzamentos e até as triangulações na entrada da área. O time visitante, no entanto, não conseguiu parar Reinaldo. O lateral invadiu a área e tocou para Diego Souza que, lúcido e eficiente, achou Bruno Peres. Com um chute cruzado, ele fez seu gol com a camisa do São Paulo. Foi um gol com jeito de desabafo e alívio para 57 mil torcedores.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 1 X 0 CEARÁ

SÃO PAULO - Sidão; Bruno Peres, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan (Shaylon), Jucilei, Rojas, Nenê e Everton (Régis); Diego Souza (Gonzalo Carnero). Técnico: Diego Aguirre.

CEARÁ - Éverson; Fabinho, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Edinho (Pedro Ken), Richardson, Ricardinho (Reina); Calyson (Felipe Azevedo), Arthur e Leandro Carvalho. Técnico: Lisca.

GOL - Bruno Peres, aos 32 minutos do segundo tempo

ÁRBITRO - Heber Roberto Lopes (Fifa/MT).

CARTÕES AMARELOS - Everton, Ricardinho, Edinho, Éverson, Nenê, Arthur, Richardson e Jucilei.

CARTÃO VERMELHO - Leandro Carvalho

PÚBLICO - 57.323 pagantes

RENDA - R$ 2.118.120,04

LOCAL - Morumbi, em São Paulo (SP)