• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após polêmica no Recife, Mano faz alerta sobre árbitro de semi da Copa do Brasil

Esportes

Após polêmica no Recife, Mano faz alerta sobre árbitro de semi da Copa do Brasil

O técnico Mano Menezes e a direção do Cruzeiro mostraram muita preocupação com a arbitragem escalada pela CBF para a partida contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, pela rodada de ida das semifinais da Copa do Brasil. Após reclamações contra a arbitragem do empate sem gols contra o Sport, no sábado, em Pernambuco, pelo Campeonato Brasileiro, o alerta é contra o mato-grossense Wagner Reway, que faz parte do quadro da Fifa.

A preocupação cruzeirense se dá porque o árbitro do jogo desta quarta-feira foi afastado logo na primeira rodada do Brasileirão deste ano, quando cometeu erros considerados graves na partida entre Vitória e Flamengo, em Salvador. Ele ficou meses na "geladeira" e voltou a apitar jogos da primeira divisão nacional apenas recentemente.

"O árbitro não é da primeira linha. É um árbitro que apitou recentemente São Paulo x Ceará e deu sete cartões amarelos para o time visitante. Então, é um árbitro que tem o pulso meio nervoso, que quando a torcida grita, daqui a pouco está dando cartão amarelo para quem está jogando como visitante. Vamos nos cuidar também, nos preparar, para que tudo seja dentro da legalidade dentro do campo e que o melhor vença, que é a intenção de todo mundo", alertou Mano Menezes.

Marcelo Djian, diretor de futebol do Cruzeiro, também se mostrou muito preocupado. "Estamos muito preocupados com o jogo de quarta-feira, que é de mata-mata. Já estive três vezes na CBF conversando com o Coronel Marinho e o Alício Pena Júnior e todos colocaram que está sendo cobrado da arbitragem para que se faça reciclagem. Mas nós estamos realmente sendo prejudicados", disse.

"O que eles nos falam (na CBF) é que os erros acontecem contra todas as equipes. Mas, para nós que realmente estamos aqui ligados diretamente, têm sido erros muito grosseiros como o de hoje (sábado), um gol em que o jogador (Barcos) estava em totais condições e houve a anulação. Isso nos deixa muito preocupados para um jogo como o da Copa do Brasil", completou Djian, reclamando do erro do paulista Vinícius Gonçalves Araújo no Recife.