• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Carli revela 'cobrança muito forte' no Botafogo após goleada: 'Sentimos vergonha'

  • COMPARTILHE
Esportes

Carli revela 'cobrança muito forte' no Botafogo após goleada: 'Sentimos vergonha'

Carli preferiu não revelar o que foi dito no elenco, mas garantiu que o torcedor não passará novamente pela decepção sentida no sábado

Um dos líderes do elenco e capitão do Botafogo, o zagueiro Joel Carli não mediu palavras para criticar a atuação da equipe na goleada sofrida no último sábado para o Grêmio, por 4 a 0, em Porto Alegre. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, o argentino disse ter ficado com vergonha do desempenho alvinegro na 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"A cobrança foi muito forte internamente. A gente sentiu vergonha da nossa atuação em Porto Alegre e conversamos muito. Agora, estamos focados para vencermos o Cruzeiro", declarou, mirando o confronto desta quarta-feira, no Engenhão, novamente pela competição nacional.

Carli preferiu não revelar o que foi dito no elenco, mas garantiu que o torcedor não passará novamente pela decepção sentida no sábado. "Quando você perde de 4 a 0, tem que existir a cobrança e ficar com raiva. Não pode acontecer. Não vou falar o que foi dito, algumas coisas ficam no vestiário, mas fica a certeza que não vai acontecer de novo."

Em meio ao momento turbulento, o Botafogo terá pela frente um adversário complicado, que está na semifinal da Copa do Brasil e nas quartas da Libertadores. "O Cruzeiro conta com jogadores de qualidade e que não podemos dar espaços. Confio no nosso time e no nosso trabalho. Em casa e com o apoio da nossa torcida, temos condições de sairmos com uma vitória", avaliou Carli.

GATITO - Diante da demora para o retorno de Gatito Fernández, o Botafogo também soltou nesta terça-feira um comunicado sobre a situação do goleiro. O clube alvinegro comentou que ainda não há um prazo para o retorno do paraguaio após uma nova lesão sofrida por ele há duas semanas, no tendão próximo ao punho direito, às vésperas da data programado para sua volta.

"Gatito segue trabalhando em tempo integral, alternando atividades internas, como tratamento no departamento médico, e fortalecimento na academia e em campo, auxiliado pelos preparadores de goleiros Flavio Tenius e Jorcey Anisio, visando sua pronta recuperação. Sua evolução está sendo avaliada diariamente pelos profissionais do clube", explicou o Botafogo.