• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cruzeiro perde pênalti, empata no Recife e deixa Sport na degola do Brasileirão

  • COMPARTILHE
Esportes

Cruzeiro perde pênalti, empata no Recife e deixa Sport na degola do Brasileirão

O Cruzeiro usou um time misto neste sábado e empatou sem gols com o Sport neste sábado, na Ilha do Retiro, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro, em uma partida de pouca criatividade de ambos os lados. O time mineiro ainda desperdiçou um pênalti cobrado por Raniel, revelado pelo Santa Cruz, defendido por Magrão.

O goleiro de 41 anos tem feito história com a camisa do Sport, onde está há 13 anos. Com o pênalti de Raniel, Magrão defendeu a 33.ª cobrança da carreira. O resultado, porém, não foi suficiente para tirar o time da zona de rebaixamento. O Sport tem 24 pontos, contra 33 do Cruzeiro, que vê seus principais adversários na briga por uma vaga na Libertadores se distanciarem.

Com o jogo diante do Palmeiras pelas semifinais da Copa do Brasil marcado para a próxima quarta-feira, no Allianz Parque, o técnico Mano Menezes optou por preservar alguns jogadores. O treinador poupou Thiago Neves, Henrique e Edilson e não pôde contar com Arrascaeta, lesionado, e Dedé, na seleção brasileira. Diferentemente de Eduardo Baptista, que escalou o Sport com o que tinha de melhor, mas também perdeu alguns atletas, como Michel Bastos, liberado para resolver problemas particulares.

Em campo, os times fizeram um primeiro tempo equilibrado, que teria o Cruzeiro na frente do marcador se não fosse uma marcação equivocada do árbitro Vinícius Gonçalves Dias de Araújo, que assinalou impedimento de Barcos. O atacante, em posição legal, aproveitou o rebote após cabeceio na trave de Bruno Silva para jogar a bola para o gol, mas não valeu.

Mesmo atuando em casa, o Sport foi refém das jogadas em velocidade de Rogério e Marlone, que, bem marcados, pouco produziram na primeira etapa. Coube, então, a Durval ser protagonista da única chance de perigo, em uma cabeçada pela linha de fundo.

Eduardo Baptista voltou para o segundo tempo com duas mudanças. Entraram Raul Prata e Jair nas vagas de Ernando e Neto Moura, mas o panorama continuou o mesmo. O Sport até conseguiu envolver o time do Cruzeiro, porém sem qualquer efetividade. E em cruzamento de Rogério, Fábio jogou para escanteio.

O duelo continuou morno até que David acabou derrubado dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Raniel foi para a cobrança e parou na defesa de Magrão, que caiu do lado direito e espalmou. Ele acabou sendo o grande responsável pelo o empate na Ilha do Retiro.

Na próxima rodada, o Cruzeiro faz clássico diante do Atlético-MG no dia 16 de setembro, às 16 horas, no Mineirão. No mesmo dia, às 19h, o Sport visita o Corinthians, em São Paulo.

FICHA TÉCNICA

SPORT 0 X 0 CRUZEIRO

SPORT - Magrão; Ernando (Raul Prata), Ronaldo Alves, Durval e Sander; Marcão Silva, Neto Moura (Jair), Andrigo (Mateus Gonçalves) e Marlone; Rogério e Hernane. Técnico: Eduardo Baptista.

CRUZEIRO - Fábio; Ezequiel, Manoel, Léo e Egídio; Lucas Silva, Bruno Silva, Robinho (Raniel), Mancuello e Rafinha (Éderson); Barcos (David). Técnico: Mano Menezes.

ÁRBITR - Vinícius Gonçalves Dias Araujo (SP).

CARTÕES AMARELOS - Neto Moura, Ronaldo Alves e Jair (Sport); Robinho (Cruzeiro).

RENDA- R$ 53.860,00.

PÚBLICO - 9.525 torcedores.

LOCAL - Ilha do Retiro, no Recife (PE).