• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Em luta equilibrada, Canelo vence GGG e chega ao segundo título peso médio

  • COMPARTILHE
Esportes

Em luta equilibrada, Canelo vence GGG e chega ao segundo título peso médio

O boxeador mexicano Saúl Álvarez, o Canelo, superou o cazaque Gennady Golovkin, o GGG, em duelo disputado na madrugada deste domingo (horário de Brasília), em Las Vegas, nos Estados Unidos. Após 12 rounds de combate, dois dos jurados marcaram 115 a 113 para o pugilista vencedor e um viu empate (114 a 114), por isso foi decretado um triunfo por decisão majoritária dos juízes.

O confronto valia os títulos peso médio (categoria até 73 Kg) da Associação Mundial de Boxe (AMB) e do Conselho Mundial de Boxe (CMB), um em posse de cada lutador. Antes de competir na divisão, Canelo havia acumulado títulos mundiais na categoria médio ligeiro (limite de peso em (69,8 Kg).

"Ele é um grande lutador, mas eu também sou um grande lutador e mostrei isso nesta noite", resumiu Canelo após o triunfo. Alheio à interpretação do estafe de GGG, que considerou o cazaque vitorioso, Canelo confirmou ascensão na carreira e mostrou ser um boxeador diferente daquele que perdeu sem resistência para Floyd Mayweather Jr., há cinco anos. O mexicano teve forças e coragem para encarar o poderoso ataque de GGG.

Aos 36 anos, o corpo do cazaque pareceu sentir o castigo de uma série de duras lutas. Mesmo assim, o instinto "matador" fez GGG ser perigoso a cada segundo. Aceitou a troca de golpes com um adversário oito anos mais jovem, mostrou versatilidade para alterar a forma de lutar durante a disputa e teve garra para tentar a vitória até no último round.

Foi o segundo combate entre os rivais. No primeiro, um ano atrás, um juiz marcou vitória de GGG (118 a 110), um avaliou que Canelo mereceu o triunfo (115 a 113) e um terceiro viu igualdade nas ações (114 a 114). O empate dividido tornou inevitável a revanche, que só não ocorreu no primeiro semestre de 2018 porque o mexicano cumpria suspensão por doping.

Aos 28 anos, Canelo soma 50 vitórias (34 por nocaute), uma derrota e dois empates na carreira. O lutador agora ostenta dois cinturões peso médio e é considerado o campeão linear da categoria - projeção que desconsidera que há quatro organizações majoritárias no boxe. O mexicano também deve ganhar da mídia especializada o título de número um peso por peso da atualidade, em ranking unificado entre todas as divisões.