• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mano critica arbitragem no empate do Cruzeiro com o Inter: 'O gol foi legal'

  • COMPARTILHE
Esportes

Mano critica arbitragem no empate do Cruzeiro com o Inter: 'O gol foi legal'

A irritação do treinador foi pela anulação do gol de Raniel, no segundo tempo da partida

O técnico Mano Menezes deixou o gramado indignado com a arbitragem no empate sem gols do Cruzeiro com o Internacional, domingo, no Mineirão, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. A irritação do treinador foi pela anulação do gol de Raniel, no segundo tempo da partida.

O árbitro Wilton Pereira Sampaio entendeu que houve falta de Bruno Silva ao disputar a bola com o goleiro Marcelo Lomba. O atacante cruzeirense aproveitou a sobra dessa dividida e mandou a bola para as redes.

"O Cruzeiro fez um bom jogo, produziu para vencer, fez o gol para vencer. Mais uma vez fez o gol para vencer, como fez em Salvador, como teve o pênalti claríssimo contra o Vasco aqui e aí podemos enumerar várias situações em que se repete o que aconteceu aqui (no Mineirão). Podem olhar por mil ângulos que não existe a falta. Nem os jogadores do Internacional reclamaram a falta", resmungou Mano.

O empate em casa complica as pretensões do Cruzeiro de brigar pela taça da competição. O time celeste ocupa atualmente o sétimo lugar, com 31 pontos a 15 do líder São Paulo e a quatro do Atlético-MG, o sexto colocado, e último dos times na lista que garante vaga à Libertadores.

"O gol foi legal. São situações que mudam a história de um jogo, porque você saindo na frente, tem uma condição de administrar o jogo de outra maneira. A equipe se superou, vem de uma decisão, se entregou, fez um bom jogo, controlou praticamente todas as ações do jogo, mas só não venceu porque, mais uma vez, o árbitro errou contra a gente", concluiu Mano.