• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Messi se diz surpreso com saída de Cristiano Ronaldo e compara Arthur a Xavi

  • COMPARTILHE
Esportes

Messi se diz surpreso com saída de Cristiano Ronaldo e compara Arthur a Xavi

Lionel Messi deixou um pouco seu estilo retraído e avesso a polêmicas nesta segunda-feira, quando concedeu entrevista na qual falou sobre os mais diversos assuntos. À Rádio Catalunya, o jogador respondeu sobre a saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid, os reforços do Barcelona, a vida na Catalunha e até as expectativas para a aposentadoria.

Depois de 11 anos, o argentino ficou de fora da lista de três finalistas do Prêmio Melhor do Mundo da Fifa pela primeira vez nesta segunda. Seu grande concorrente neste período, Cristiano Ronaldo, concorrerá com Modric e Salah. O próprio Ronaldo, no entanto, vive nova fase a partir desta temporada, em que deixou o Real Madrid para defender a Juventus. E a negociação pegou Messi de surpresa.

"Me surpreendeu a decisão dele. Não o imaginava fora do Real Madrid e nem que ele pudesse ir para a Juventus. Havia muitas equipes, e a Juventus era a que menos se ouvia falar sobre. Mas é uma equipe muito boa", declarou.

Para o craque, a transação mudou os patamares de Juventus e Real Madrid no cenário europeu. "Obviamente, o Real é um dos melhores times do mundo e tem jogadores e elenco de sobra, mas a saída do Cristiano deixa a equipe menos boa. E faz da Juventus uma clara favorita a vencer a Liga dos Campeões."

Se o Real perdeu seu principal nome, o Barcelona foi ao mercado na última janela para transferências e acertou com nomes de peso, que custaram muitos milhões de euros ao clube, como o zagueiro Lenglet, o meia Arturo Vidal e o atacante Malcom. Mas foi outro reforço brasileiro que surpreendeu Messi e arrancou elogios do craque: o volante Arthur, ex-Grêmio.

"Todos que vieram são muito bons, mas o Arthur me surpreendeu, eu não conhecia muito. É muito parecido com o Xavi, porque gosta de ter a bola, jogar curto, não perdê-la. É muito seguro, me surpreendeu. O Arthur tem o nosso estilo. Pegou rapidamente o jeito de treino, o jogo curto", exaltou.

Messi também lembrou das decepções recentes na Liga dos Campeões, como a histórica queda nas quartas de final da última edição para a Roma, mas mostrou-se determinado a recolocar o Barcelona no topo do continente. Até por esta ambição, o argentino garantiu que sequer pensa em aposentadoria, mesmo já com 31 anos.

"Acho que não vou estar jogando com 40 anos, mas não pensei até quando vou. Sinceramente, não sei. Penso onde estamos, nos anos que posso jogar e nada mais. Quando chegar o momento, pensarei. Mas agora, me vejo jogando até que termine meu contrato (em junho de 2021). Depois, vou falar com o clube e descobrirei o que fazer", comentou.

De certo, apenas que o argentino seguirá tendo Barcelona como sua casa depois que abandonar o futebol. "Tenho tudo aqui. Estou aqui desde os 13 anos, é toda a minha vida. A cidade é uma das melhores do mundo, meus filhos nasceram na Catalunha, não tenho nenhuma necessidade de ir para outro lugar", disse o craque, nascido em Rosário.