• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Por reabilitação no Brasileirão, Valentim quer mudança de comportamento no Vasco

  • COMPARTILHE
Esportes

Por reabilitação no Brasileirão, Valentim quer mudança de comportamento no Vasco

O técnico Alberto Valentim assumiu o comando do Vasco há uma semana e até agora colecionou duas derrotas no Campeonato Brasileiro - 1 a 0 para o Atlético Paranaense, em Curitiba, e 3 a 0 para o Santos, em pleno estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Após uma período maior de treinos, o novo comandante vascaíno pede uma mudança de comportamento para o time conseguir a reabilitação.

"Vou fazer algumas modificações, mas o que nós temos que mudar também é o comportamento, a forma de jogar. Isso só vai acontecer após uma sequência de treinamentos, pois só através deles os jogadores vão assimilar aquilo que eu quero. Nós precisamos melhorar em todos os sentidos. Evoluímos um pouquinho com esses dois dias a mais que tivemos para trabalhar nessa semana e precisamos levar isso para a partida contra o América Mineiro. O que posso adiantar é que o Lucas Kal e o Willian (Maranhão, recém-contratados) serão relacionados", afirmou Valentim, nesta quarta-feira, após a última atividade no Rio de Janeiro antes da viagem para Belo Horizonte.

Para o confronto contra o América-MG, nesta quinta-feira, às 20 horas, no estádio Independência, pela 23.ª rodada do Brasileirão, a comissão técnica cruzmaltina terá à sua disposição os experientes Werley e Ramon, além dos recém-contratados Lucas Kal e Willian Maranhão. Na entrevista coletiva, Valentim não deu pistas ao ser questionado sobre o time titular, mas garantiu que a equipe terá uma postura diferente da partida contra o Santos.

Em 16.º lugar com 24 pontos - muito perto da zona de rebaixamento -, o Vasco encara as duas próximas partidas como vitais para seu futuro no Brasileirão. Para melhor se preparar para os duelos contra o América-MG e o Vitória (neste domingo, em Salvador), a concentração dos jogadores foi antecipada para o último domingo.

Na visão do comandante vascaíno, a estratégia traçada pela comissão técnica com o respaldo do departamento de futebol atingiu o seu objetivo. "Esses dias na concentração foram muito bons. Conheci mais os jogadores e eles também conheceram minha forma de trabalhar. Além dos treinamentos, temos buscado conversar algumas coisas dentro do hotel, até para acelerar esse processo e aumentar o nosso entrosamento. Estamos passando por uma sequência de jogos e esse período tem sido importante também para recuperar os atletas com boa alimentação e descanso. Estamos trabalhando mais, nos dando mais, fazendo um maior sacrifício", disse.