• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vila Nova vence Coritiba e fica mais perto do G4 da Série B

  • COMPARTILHE
Esportes

Vila Nova vence Coritiba e fica mais perto do G4 da Série B

Em um confronto direto entre dois clubes que podem brigar pelo acesso no Campeonato Brasileiro da Série B, o Vila Nova venceu o Coritiba por 2 a 1, neste sábado, no fechamento da 26.ª rodada, no estádio Serra Dourada. O time goiano ficou com 40 pontos, em sexto lugar, deixando o paranaense com 36, em nono.

Em casa e com o apoio de sua torcida, o Vila Nova procurou logo buscar seu gol. Marcou na frente e explorou bem as laterais do campo. O primeiro gol saiu aos 17 minutos, em uma cobrança de pênalti. Mateus Anderson foi lançado em velocidade pelo lado direito, ganhou na dividida de Abner, que caiu e colocou a mão em cima da bola. Pênalti bem marcado e convertido com paradinha por Alex Henrique, que deslocou o goleiro Wilson.

O time goiano manteve a pressão e quase ampliou aos 19 minutos. Após o cruzamento da esquerda, o baixinho Mateus Anderson subiu por trás dos defensores e cabeceou. Wilson deu um tapa para escanteio.

O baixinho estava mesmo inspirado. Aos 29 minutos, ele pedalou para cima da defesa pelo lado esquerdo e fez o levantamento. Elias pegou de primeira com o pé esquerdo e mandou a bola no canto direito de Wilson, sem chances de defesa.

O Coritiba, que não levava perigo no ataque, diminuiu aos 44 minutos. Jean Carlos cobrou falta de bem longe, porém, com muita força. O goleiro Mateus Pasinato tentou encaixar no peito, mas a bola escorregou no seu corpo. Ele ainda evitou a chegada de Pablo, mas a bola sobrou para o zagueiro Thalisson Kelven empurrar para as redes.

Mas o ritmo caiu muito no segundo tempo. O Vila passou a esperar o Coritiba no seu campo defensiva na espera de armar algum contra-ataque. Mesmo neutralizando o adversário, o time goiano também perdeu poder ofensivo e não chegou com perigo. Correu o risco de sofrer o empate em um lance isolado, como um escanteio ou uma falta.

Aos 25 minutos, o técnico Tcheco arriscou tudo no Coritiba. Tirou o volante Vitor Carvalho para a entrada do experiente atacante Alecsandro. Mas quem teve uma chance para matar o jogo, aos 30 minutos, foi o Vila. Geovane lançou Alex Henrique que correu para evitar a saída na linha de fundo. Depois, recuou para o próprio Geovane que se esticou todo, mas bem marcado, mandou para fora.

Como o Coritiba não mostrou força ofensiva, o Vila Nova, aos poucos, se soltou e passou a ter a posse de bola no ataque. Isso deixou o time paranaense ainda mais longe do empate. Aos 41 minutos, o Vila ainda perdeu uma chance de ouro. Geovane lançou para Mateus Anderson que ajeitou para Alex Henrique que sozinho bateu forte, porém, para fora. E o jogo terminou com o time goiano em cima do Coritiba.

O Vila Nova quase não vai ter tempo de descansar. Na próxima terça-feira, já abre a 27.ª rodada diante do CSA, atual vice-líder, com 46 pontos. O Coritiba receberá o Londrina, em duelo paranaense, sexta-feira, às 19h15, no estádio Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA 2 X 1 CORITIBA

VILA NOVA - Mateus Pasinato; Moacir, Wesley Matos, Diego Giaretta e Gastón Fernandes; Wellington Reis (Geovane), Washington e Elias (Juninho); Mateus Anderson, Alex Henrique e Lucas Braga (Rafael Silva). Técnico: Hemerson Maria.

CORITIBA - Wilson; Vinícius Kiss, Thalisson Kelven, Rafael Lima e Abner; Wellington Simião (Thiago Lopes), Vitor Carvalho (Alecsandro) e Jean Carlos; Guilherme (Iago Dias), Bruno Moraes e Pablo. Técnico: Tcheco.

GOLS - Alex Henrique aos 17, Elias, aos 29, e Thalisson Kelven, aos 44 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Felipe Duarte Varejão (ES).

CARTÕES AMARELOS - Mateus Pasinato e Washington (Vila Nova). Wellington Simião, Vinícius Kiss e Rafael Lima (Coritiba).

RENDA- R$ 46.830,00.

PÚBLICO - 4.238 pagantes (5.261 total).

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).