• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Comerciantes fazem campanha em Vitória para acabar com esmola

  • COMPARTILHE
Geral

Comerciantes fazem campanha em Vitória para acabar com esmola

A ação será lançada na noite desta quinta-feira (30), e haverá exposição de telas produzidas por ex-moradores em situação de rua

A Associação Comercial da Praia do Canto vai lançar, nesta quinta-feira (30), uma campanha para conscientizar a população quanto a esmola doada para os moradores em situação de rua da região. 

O objetivo da campanha 'Ainda dá Tempo' é fazer com que as pessoas não deem esmolas para essas pessoas, mas sim para as instituições que prestam ajuda.

De acordo com César Saad, presidente da associação, o ato de doar esmola para um morador em situação de rua, só contribui para que ele permaneça nela. Neste caso, a doação iria para igrejas e ONGs engajadas na causa.

O lançamento da campanha acontecerá às 18 horas, no pátio do Praia Shopping. Haverá uma exposição com 17 telas, produzidas por cinco ex-moradores em situação de rua.

Ainda de acordo com o Saad, essa iniciativa é humanitária. Ele afirma que não percebe que a presença dessas pessoas na região possa trazer prejuízos aos comércios locais. Segundo ele, o objetivo da campanha é única e exclusivamente para ajudar essas pessoas.

Prefeituras da Grande Vitória

--> Prefeitura Vila Velha

A prefeitura oferece para essas pessoas vários serviços: vagas em abrigos, alimentação, atendimento psicológico, sócio-assistencial, jurídico, passagens rodoviárias ou áreas para local de origem, auxílio para emissão de documentos pessoais, encaminhamento para o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas (CAPS/AD) da Secretaria Municipal de Saúde, encaminhamento ao sine, oficinas e dinâmicas para geração de renda. Entretanto, a adesão aos serviços oferecidos é voluntária, ou seja, o cidadão não é obrigado a aceitar. A maioria (80%) busca apenas o serviço de alimentação oferecido pelo município.

Em 2018 o serviço especializado para a população em situação de rua (Centro Pop) teve 839 assistidos atendidos pelo serviço, 131 mulheres e 706 homens. Em 2017 a abordagem conseguiu com que 446 pessoas aceitassem os programas de assistência. Com adesão para o atendimento ao plano individual de atendimento (PIA) foram 403. O PIA consiste numa estratégia de planejamento a partir do estudo aprofundado de cada caso.

--> Prefeitura Serra

Em 2018, o centro POP atendeu 535 pessoas. Em 2017, foram 284 pessoas atendidas, sendo que mais de 140 retornaram ao convívio familiar. A Serra tem o abrigo noturno e o abrigo Arco Íris (24h). O abrigo noturno oferece jantar e café da manhã e o Arco Íris, todas as refeições.

--> Prefeitura Vitória

De 1º abril a 31 de maio de 2018, foram atendidas 703 pessoas pela rede de serviços da escola da vida, que incluem abordagem social, hospedagem noturna, abrigo e Centro POP. Deste total, cerca de 70% estão integrados e acompanhados nos equipamentos oferecidos sistematicamente pela assistência.

Durante o período de janeiro a maio, foram realizadas 2,3 mil abordagens, a maioria no centro (592). Em seguida vem Jardim da Penha (298), Jucutuquara (265), Praia do Canto (208) e Vila Rubim (188).

--> Prefeitura Cariacica

Em 2017 foram atendidos 1.418 usuários em Cariacica. De janeiro a julho de 2018 foram atendidas 614 pessoas.

O município dispõe de um abrigo de acolhimento institucional 24 horas para a população em situação de rua, no bairro Campo Grande, com capacidade para 40 pessoas. No abrigo, os moradores contam com a estrutura necessária para a higienização, pernoites, atendimento psicossocial, encaminhamentos para saúde, empregos e retiradas de documentos, e alimentação (com quatro refeições por dia).