• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Grupo de motociclistas de Guarapari faz campanha para doação de sangue em favor do HFA

  • COMPARTILHE
Geral

Grupo de motociclistas de Guarapari faz campanha para doação de sangue em favor do HFA

O Grupo do Ministério Adventista de Motociclistas (MAM) convocou doadores de sangue no município para realizar o ato de solidariedade em Vitória no último sábado (08)

Aline Couto

Redação Folha da Cidade
A ação aconteceu ontem com cerca de 60 doadores. 

“Fazer o bem sem olha a quem”, essa máxima foi aplicada no dia de ontem pelo grupo de motociclista da Igreja Adventista de Guarapari que reuniu cerca de 45 pessoas, que se encontraram em frente ao Hospital Francisco de Assis (HFA), e foram juntos ao Hemoes em Vitória para realizar o que é considerado um ato de amor.

Como a cidade não possui um Hemocentro, a doação de sangue se torna complicada. Pensando nessa dificuldade, os motociclistas do MAM criaram o projeto “Gotas de Esperança – salvar vidas está em nossa veia”, que possibilita a locomoção das pessoas que desejam realizar a doação. O grupo disponibilizou vans para o transporte de ida e volta ao Hemoes, em Vitória.

O diretor do MAM, Sidnei Trancoso, 31, contou que o grupo visita hospitais e nessas visitas enxergaram a necessidade, e a dificuldade, das pessoas que não tem a quem recorrer no momento que mais precisam. “Nosso coração foi tocado e decidimos que teríamos que ajudar, assim nasceu nosso projeto. Esse é o primeiro de muitos que virão, queremos continuar fazendo durante todo o ano. Nós que temos saúde, precisamos ajudar quem está sofrendo. Isso faz muito bem para quem ajuda também”.

Diretor do MAM, Sidnei Trancoso, responsável pelo projeto “Gotas de Esperança – salvar vidas está em nossa veia”.

Segundo Sidnei, cerca de 45 pessoas saíram do HFA em vans e motos para Vitória onde encontraram mais umas 15 outras para fazer a doação. “A ação foi aberta a todos e a faixa etária foi bem grande, entre jovens e idosos de 18 a 50 anos, todos com o espírito de ajudar ao próximo e dar alívio a quem sofre. Estamos sempre realizando projetos sociais para servir a comunidade e dessa vez vimos que a necessidade no momento era essa, o Hemoes está sempre com o banco vazio e com dificuldade de doadores. Este projeto é direcionado ao HFA que também tem banco de sangue e está precisando muito, quase toda doação será para o hospital”.

Um dos doadores, Lucas Cardoso de 20 anos, já havia doado uma vez e se viu na obrigação de continuar. ”Visitei o Hemocentro com a minha madrinha e descobri que o sangue que mas precisa é o que tem mais dificuldade de se achar, O-. Como é meu tipo sanguíneo, decidi colaborar, seu eu posso, vou ajudar. É um momento muito importante”.

Lucas Cardozo, Phillipe Nascimento e Talitha Sabrina- doadores.

Phillipe Nascimento, 21, membro da igreja Adventista doou pela primeira vez com a motivação de ajudar ao próximo. “Mais pessoas deveriam ajudar, exercer a solidariedade, um ajudando o outro vai dando certo. A bíblia diz que devemos dar o sangue pelo irmão”.

Representando o HFA, a recepcionista Talitha Sabrina, 21, acha necessário ser solidário com as pessoas. “Estou doando pela primeira vez e tenho muita vontade de ajudar ao próximo, muitos necessitam de sangue. Aproveitei que o ministério dos motociclistas está fazendo a vi que poderia ajudar quem está precisando”.