• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Homem é preso suspeito de se passar por representante de loja de carros de luxo

  • COMPARTILHE
Polícia

Homem é preso suspeito de se passar por representante de loja de carros de luxo

Elder Neves Martins, de 34 anos, foi preso em um shopping de Vila Velha. Segundo a polícia, ele tirava foto dos carros e os oferecia para as vítimas

Elder foi preso em flagrante em Vila Velha, nesta segunda-feira | Foto: Divulgação/PCES

Um homem foi preso, nesta segunda-feira (27), em Vila Velha, suspeito de se passar por representante de uma concessionária de veículos de luxo. No momento em que foi detido em flagrante, em um shopping do município, Elder Neves Martins, de 34 anos, estava assinando um suposto contrato com uma vítima.

De acordo com a titular da Delegacia Especializada em Crimes de Defraudações e Falsificações (Defa), delegada Rhaiana Bremenkamp, o suspeito tirava fotos dos veículos e dos documentos e as apresentava para as vítimas. Ele estava sendo monitorado pela Polícia Civil desde a última sexta-feira (24).

"Ele estava visitando diversas lojas de veículos de luxo, batendo foto dos veículos e dos documentos. Ele se passava por comprador e afirmava que levaria aqueles documentos para financiar esse veículo no seu banco, que, para ele, sairia mais barato, com juros melhores. A partir desse momento, um comerciante desconfiou dessa atitude e procurou a delegacia. Nós passamos a monitorá-lo e verificamos que o Elder estava se passando por um representante legal dessas empresas, para vender ou até mesmo conseguir empréstimo, dando como garantia os bens dessa empresa", afirmou a delegada.

A polícia ainda não sabe se, no momento da prisão, Elder estava tentando vender algum carro para a vítima ou se estava dando o veículo como forma de garantia a um empréstimo de R$ 200 mil. A vitima chegou a entregar para o suspeito R$ 5 mil, mas o dinheiro foi recuperado pela polícia.

Elder foi autuado por estelionato e levado para o Complexo Penitenciário de Viana. A Polícia Civil pede para quem tiver sido vítima do suspeito que procure a Delegacia Especializada em Crimes de Defraudações e Falsificações.