• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Jovem baleado em assalto recebe alta após um mês de internação na Serra

  • COMPARTILHE
Polícia

Jovem baleado em assalto recebe alta após um mês de internação na Serra

O crime aconteceu em um domingo, quando os funcionários do estabelecimento chegavam para iniciar as atividades

Foto: TV Vitória

O jovem que foi baleado durante um assalto em uma churrascaria da Serra recebeu alta após um mês internado. O crime aconteceu em um domingo, quando os funcionários do estabelecimento chegavam para iniciar as atividades. As sequelas da internação da vítima devem ser permanentes.

Ele recebeu alta no início desta semana. Sem ser identificado, tentou conversar com a equipe de reportagem, mas ainda não consegue falar por conta de uma traqueostomia.

O tio, que preferiu não ser identificado, disse que o rapaz passou por duas cirurgias e ficou internado por quase 30 dias em um hospital da Serra. Durante este período, ele foi acompanhado de perto pelos médicos e família.

A bala que atingiu o rapaz entrou pela parte da frente do pescoço, mas desviou e saiu pelo ombro dele. De acordo com os médicos, esse desvio do projétil foi o que salvou o jovem, que por pouco não perdeu a vida.

Apesar de ter sobrevivido ao ataque, agora ele precisa de cuidados especiais. “Já ficou melhor pois estamos fazendo tudo em casa. Não tem mais correria. Estamos fazendo o tratamento como o médico pediu”, afirmou o tio.

O familiar conta que voltar a rotina foi algo difícil de fazer depois dos momentos de pânico vividos. Para ele, apesar do que aconteceu, o sobrinho viveu um milagre e o que resta para a família é apenas agradecer. “No começo foi difícil. Mas se vê casos piores ainda, então a gente ergue as mãos para o céu e agradece à Deus”, disse.

Relembre o caso

A vítima foi amarrada e baleada em um restaurante que fica às margens da BR 101, no bairro Calogi, na Serra. Ele foi vítima de uma tentativa de latrocínio quando chegava para trabalhar, na manhã do dia 12 de agosto.

Homens armados, usando capacete e capuz, entraram e renderam funcionários. Eles também roubaram o dinheiro do local. Um funcionário chegou a ter a arma apontada para a cabeça.

Os três criminosos ficaram escondidos em um beco, aguardando a chegada do funcionário que abriria a churrascaria. Assim que o jovem desceu as escadas para abrir o estabelecimento, eles vieram e entraram no local. Já no interior do restaurante, o funcionário se preparava para seguir a rotina quando os suspeitos chegaram, o renderam e amarraram as mãos dele para trás. Em seguida, pediram para subir para o segundo andar, onde mora o proprietário.