• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Haddad defende retomada de obras do Comperj, da Petrobras

  • COMPARTILHE
Política

Haddad defende retomada de obras do Comperj, da Petrobras

O candidato a vice-presidente pelo PT na chapa do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Haddad, defendeu a retomada das obras do Comperj, refinaria da Petrobras em construção na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, em ato de campanha em São Gonçalo. Haddad tocou no assunto em conversa com um trabalhador temporário, durante a caminhada numa rua de comércio popular na cidade, que é a segunda mais populosa do Estado do Rio e é vizinha a Itaboraí.

"Lá (o Comperj) estava quase pronto. Andou muito, 85% estava pronto", disse Haddad a Fabiano Silva França, que trabalhava na rua de comércio popular como vendedor de planos de TV por assinatura, mas disse ter trabalhado nas obras do Comperj. "Pai de família, mãe de família, tudo na rua. Em outubro, isso tudo vai mudar", completou Haddad, se referindo às demissões, na esteira da paralisação das obras do Comperj.

As obras do Comperj foram citadas como objeto de pagamento de propina na Operação Lava Jato. Com as investigações e a crise financeira da Petrobras, a construção foi interrompida.

Em agosto, a Petrobras anunciou a retomada das obras, mas apenas da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN). A estatal investirá R$ 2 bilhões e estima que entre 2,5 mil e 3 mil trabalhadores serão contratados para o empreendimento, previsto para ser entregue em 2020.

Após conversar ao microfone com Haddad, França disse ao jornal O Estado de S. Paulo que já mandou currículo, por e-mail, para a nova fase de obras da unidade da Petrobras, mas ainda não foi chamado. O trabalhador contou ter trabalho por três anos nas obras do Comperj, com movimentação de cargas.