• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Promotor Leonardo César ministra palestra sobre gestão empresarial e corrupção política em Guarapari

  • COMPARTILHE
Política

Promotor Leonardo César ministra palestra sobre gestão empresarial e corrupção política em Guarapari

O promotor Leonardo Augusto de Andrade César dos Santos é o primeiro titular da Promotoria Criminal de Nova Venécia, no norte do Espírito Santo, e participa do Grupo de Inteligência Municipal da cidade (GIM)

Aline Couto

Redação Folha da Cidade

Em recente palestra na Faculdade Pitágoras em Guarapari, o promotor Leonardo César discursou sobre gestão empresarial e corrupção política. Segundo Leonardo, a corrupção ainda dá lucro, mas as instituições estão se fortalecendo para que se possa desenvolver no Brasil uma economia saudável e uma concorrência descente para o desenvolvimento do país.

Para o promotor, essa nova geração no judiciário é filha da constituição de 1988 que foi sonhada para o Brasil. “O geração de 88 estudou esse sonho, e é a primeira vez que tem uma geração que trabalha no judiciário e no Ministério público que quer efetivar esse sonho. Mas a tarefa é árdua, a corrupção está enraizada desde 1500. Estamos plantando a semente para que a próxima geração tenha um caminho mais pavimentado para trabalhar, é o começo do fim de uma era”.

E acrescentou. “Acham que agora a corrupção está maior, mas ela está igual. O que esta maior é a repressão, antigamente já havia corrupção, mas ficava tudo por debaixo dos panos, ninguém era denunciado ou condenado”.

Leonardo atribui o aumento da percepção da corrupção as instituições que estão mais fortes. “Essa nova geração está ocupando espaços cada vez mais importantes e mostrando o quanto nosso país está podre. Essa agonia e confusão de hoje é necessária, e precisamos cada vez mais da participação do povo para entrar nessa luta contra a corrupção. As forças contrárias são grandes”.

“Somente no ano passado tivemos 10 medidas contra a corrupção que começaram a virar o jogo. Autoridades queriam travar investigações e tirar poder de investigação do Ministério Público. É um contra ataque de quem quer sobreviver em um sistema corroído”, contou.

O promotor aproveitou para lembrar que estamos em ano eleitoral, e alertar a população. “O está sistema corroído e a corrupção virou banal, são problemas complexos com soluções complexas. É o momento da população mostrar que quer realmente um mudança, tem que pesquisar a vida dos candidatos, saber em quem quer votar”, finalizou.

O promotor

Com apenas 37 anos, o promotor já atua há 12 anos na função e acumula consigo um currículo invejável. Ele é promotor de Justiça do Ministério Público do Espírito Santo, Mestre em Corrupção e Estado de Direito e Doutorando em Estado de Direito e Governança Global pela Universidade de Salamanca, Espanha. Também é membro da Associação Internacional de Promotores de Justiça e do Grupo Nacional do Ministério Público.

Em Nova Venécia, é o primeiro titular da Promotoria Criminal, onde tem uma atenção especial ao crime organizado, e participa do Grupo de Inteligência Municipal da cidade (GIM), um grupo de moradores do município que indignados com a corrupção local começaram a acompanhar a gestão pública, indo a todas as sessões da Câmara de Vereadores e as reuniões das comissões.

“O grupo já denunciou um vereador que subtraiu um notebook e pediu sua cassação, o que foi aceito após investigações. A participação popular fez a diferença neste caso, o Ministério Público não pode ser só repressivo tem que fomentar a cidadania da população para que o povo seja alto suficiente na defesa do patrimônio público”.